Cabofriense leva goleada de 4×0 contra o Flamengo, no Maracanã.

63

Há lances que sintetizam atuações e resumem o que foi uma partida. A bicicleta de Diego cumpre esse papel para explicar a vitória do Flamengo sobre a Cabofriense. A beleza e a plasticidade da jogada representam a disparidade entre os times, mas, sobretudo, ilustram a melhor atuação do rubro-negro neste Carioca. Mais do que o placar de 4 a 0, neste domingo, no Maracanã, o que se viu foi uma transição de respeito rumo às semifinais da Taça Guanabara, quando o Fla terá o rival Fluminense como adversário.

– Estou feliz pela vitória, ter feito um gol como esse. Mais um dia para entrar na minha história com essa camisa – disse Diego.

A esperada curva ascendente no nível de jogo do Fla pareceu bem desenhada. O time tratou com seriedade a partida, apesar de já estar classificado com antecedência. O rubro-negro conseguiu, pela primeira vez neste Estadual, sair de campo sem levar gols.

Os traços de identidade da versão estrelada do Fla de Abel Braga já começaram a serem impressos. E o torcedor, que mais uma vez lotou o estádio, não tem do que reclamar e se enche de otimismo para os próximos capítulos dessa história.

O calor do verão carioca desta vez não inibiu a intensidade do jogo do Flamengo. A Cabofriense já ficou nas cordas desde os primeiros minutos. Willian Arão, de cabeça, foi quem fez o primeiro gol, logo aos 12 minutos.

No segundo tempo, veio a parte principal do show. O próprio Arão deu uma puxeta para o centro da área, e aí coube a Diego desenhar a obra de arte do dia. Uma bicicleta certeira.

Com a vitória nas mãos, o banco galáctico do Flamengo entrou em ação. Abel colocou Arrascaeta em campo, deixando-o em campo em uma formação com Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e o próprio Diego.

O meia uruguaio recebeu passe no meio da área e fez o terceiro do Fla. A goleada ficou completa quando Bruno Henrique ficou cara a cara com o goleiro e não desperdiçou.

Em jogo de encerramento da fase de grupos da Taça Guanabara 2019, o Flamengo não tomou conhecimento da Cabofriense e aplicou impiedosa goleada por 4 a 0. O resultado expressivo no Maracanã deixou o volante Abuda impressionado.

Em entrevista ao canal Premiere, o volante do Tricolor Praiano se rendeu a qualidade do time rubro-negro que contou com Arrascaeta, Diego, Gabigol e Uribe como titulares.

Queria agradecer a Deus primeiramente. O grupo ainda está em construção. Sabíamos que íamos encontrar dificuldades. A equipe do Flamengo é fora do normal, entendeu? É um time de muita qualidade e jogadores muito bons“, finalizou.

Com o triunfo, o Flamengo chegou aos 13 pontos, avançou às semifinais como líder do Grupo C e enfrentará o Fluminense por vaga na decisão da Taça Guanabara.

Já a Cabofriense encerrou a fase de grupos do estadual do Rio de Janeiro na lanterna da chave com quatro pontos.