Polícia investiga se motorista perseguiu e matou motociclista

46

A polícia investiga se o motorista de um carro que atropelou e matou o motociclista David Pires, de 20 anos, perseguiu a vítima após um desentendimento no trânsito em Rio das Ostras (RJ). O homem, que fugiu sem prestar socorro, se comprometeu a prestar depoimento nesta segunda-feira (4) na 128ª Delegacia de Polícia.


David Pires, de 20 anos, morreu atropelado por um carro — Foto: Reprodução/Rlagosnoticias

O atropelamento aconteceu no sábado (2) em frente ao Fórum. O delegado responsável pelo caso, Ronaldo Cavalcante, conta que testemunhas afirmam que o motorista foi atrás do motociclista depois que ele esbarrou no espelho retrovisor do carro.

“Os relatos das testemunhas vão nos ajudar a entender se, de fato, houve perseguição ou não”, pontua o delegado. Ele acrescenta que o homem identificado como sendo o motorista responsável pelo atropelamento está com a carteira de habilitação cassada. A polícia busca informações com o Detran sobre o motivo da penalidade.

A polícia continua ouvindo outras testemunhas e busca imagens de câmeras de segurança instaladas na área.

Ainda de acordo com Ronaldo, o motorista foi localizado pela Polícia Militar e após contato por telefone disse que iria à delegacia para prestar depoimento na manhã desta segunda-feira. O G1 tenta contato com a defesa dele.

De acordo com o delegado, caso fique comprovado que houve perseguição, o autor do crime pode responder por homicídio doloso (com a intenção de matar) por motivo fútil. A pena para o crime pode ser de até 30 anos de prisão.