Inmet e Marinha emitem alertas de chuva intensa, ventos fortes e ressaca no interior do Estado

40

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e a Marinha emitiram alertas de chuva intensa, ventos fortes e ressaca no interior do Rio a partir da noite desta terça-feira (12) até sábado (16).

Os órgãos de Defesa Civil informaram que já estão em estágio de atenção em algumas das cidades do interior do Estado.

De acordo com o Inmet, também há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Já a Marinha informou que as ondas podem chegar a 2,5 m de altura em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, nesta quarta (13) e quinta-feira (14).

Veja as orientações por cidades

Cabo Frio

A Defesa Civil de Cabo Frio disse que está preparada para alguma emergência que venha a ocorrer entre a noite desta terça-feira (12) e a manhã de quinta-feira (14), período para o qual a Marinha do Brasil emitiu um alerta de mau tempo.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil, Josué Velloso, a equipe está a postos 24 horas por dia e pode ser acionada pelo número 199.

A orientação é para que a população evite áreas de risco, como zonas de alagamento ou perto de encostas dos morros. A preferência deve ser por locais que ofereçam proteção contra raios e ventos fortes. Por isso, o superintendente recomenda que as pessoas fiquem em casa se houver mudança no tempo.

“A população tem que buscar um abrigo, um lugar seguro. Se a pessoa estiver dirigindo, estacione o carro, pare em um lugar seguro. Evite contato com equipamentos eletrônicos, fique bem longe de poças da água e do mar, que atraem raios. E também não vá para debaixo de árvores em hipótese nenhuma”, afirma Velloso.

Campos dos Goytacazes

A Defesa Civil Municipal de Campos informa que segue com o monitoramento do tempo porque mudanças climáticas podem ocorrer, mas disse que até o momento nenhum alerta de ressaca foi emitido pela Marinha do Brasil para a cidade.

Maricá

A Defesa Civil de Maricá está em estado de vigilância por conta das chuvas. Em casos de emergência, o órgão orienta que a população ligue para os telefones 199 ou 2637-1999 e que evite circular pela cidade com chuvas fortes.

Nova Friburgo

A Defesa Civil de Nova Friburgo informou que estará com toda a equipe de plantão e prontidão nesta quarta-feira (13). O órgão orienta que as pessoas que moram em áreas de risco fiquem atentas às sirenes, mantenham a calma e se dirijam aos pontos de apoio em situações de emergência.

Petrópolis

A Defesa Civil de Petrópolis pede para que, em caso de chuva forte, a população evite deslocamentos. Já as pessoas que moram em área de risco, onde estão instaladas sirenes, devem deixar suas casas em caso de acionamento do alerta.

Nas demais regiões, a orientação é seguir para casas de parentes ou pontos de apoio em caso de chuvas fortes e contínuas e sinais de instabilidade das casas ou das ruas.

Segundo o órgão, o contingente de 55 agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias está de plantão permanente.

Em casos de fortes chuvas, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil caso note alguma instabilidade no imóvel ou terreno. Os moradores devem ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva. A ligação e o serviço são gratuitos.

Teresópolis

A Defesa Civil de Teresópolis informou que mantém equipes de plantão, fazendo o monitoramento das condições do tempo, por meio de boletins dos órgãos oficiais, e mantendo a população informada pelo aplicativo AlertasDCT, pelas redes sociais e por meio de mensagens SMS.

Além disso, caso necessário, o município informou que os alto-falantes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme serão acionados para avisar a proximidade de chuva forte.

“Nossa orientação é para que todos mantenham a calma e acompanhem nossos avisos. Quem mora em área de risco já sabe que, diante de uma situação de perigo, deve procurar locais seguros e acionar os órgãos competentes, em caso de pedido de socorro”, diz o Coronel Flavio Castro, secretário de Defesa Civil de Teresópolis.

No Rio, aulas suspensas

Na cidade do Rio, a Prefeitura suspendeu as aulas na quarta-feira (12) e também publicou uma série de recomendações para a população para evitar tragédias.

Na noite desta terça-feira (12), a Secretaria de Estado de Educação também divulgou a suspensão das aulas em toda a rede no estado do Rio nesta quarta-feira (13).

Segundo a secretaria, a reposição do conteúdo será feita de acordo com o calendário definido pelas direções das escolas junto com as diretorias regionais, respeitando os 200 dias letivos.

Maricá

A Defesa Civil de Maricá está em estado de vigilância por conta das chuvas. Em casos de emergência, o órgão orienta que a população ligue para os telefones 199 ou 2637-1999 e que evite circular pela cidade com chuvas fortes.

Nova Friburgo

A Defesa Civil de Nova Friburgo informou que estará com toda a equipe de plantão e prontidão nesta quarta-feira (13). O órgão orienta que as pessoas que moram em áreas de risco fiquem atentas às sirenes, mantenham a calma e se dirijam aos pontos de apoio em situações de emergência.

Petrópolis

A Defesa Civil de Petrópolis pede para que, em caso de chuva forte, a população evite deslocamentos. Já as pessoas que moram em área de risco, onde estão instaladas sirenes, devem deixar suas casas em caso de acionamento do alerta.

Nas demais regiões, a orientação é seguir para casas de parentes ou pontos de apoio em caso de chuvas fortes e contínuas e sinais de instabilidade das casas ou das ruas.

Segundo o órgão, o contingente de 55 agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias está de plantão permanente.

Em casos de fortes chuvas, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil caso note alguma instabilidade no imóvel ou terreno. Os moradores devem ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva. A ligação e o serviço são gratuitos.

Teresópolis

A Defesa Civil de Teresópolis informou que mantém equipes de plantão, fazendo o monitoramento das condições do tempo, por meio de boletins dos órgãos oficiais, e mantendo a população informada pelo aplicativo AlertasDCT, pelas redes sociais e por meio de mensagens SMS.

Além disso, caso necessário, o município informou que os alto-falantes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme serão acionados para avisar a proximidade de chuva forte.

“Nossa orientação é para que todos mantenham a calma e acompanhem nossos avisos. Quem mora em área de risco já sabe que, diante de uma situação de perigo, deve procurar locais seguros e acionar os órgãos competentes, em caso de pedido de socorro”, diz o Coronel Flavio Castro, secretário de Defesa Civil de Teresópolis.

No Rio, aulas suspensas

Na cidade do Rio, a Prefeitura suspendeu as aulas na quarta-feira (12) e também publicou uma série de recomendações para a população para evitar tragédias.

Na noite desta terça-feira (12), a Secretaria de Estado de Educação também divulgou a suspensão das aulas em toda a rede no estado do Rio nesta quarta-feira (13).

Segundo a secretaria, a reposição do conteúdo será feita de acordo com o calendário definido pelas direções das escolas junto com as diretorias regionais, respeitando os 200 dias letivos.