Julgamento do acusado de matar jovem no Parque Dormitório das Garças, em Cabo Frio,já dura mais de cinco horas

28

Começou por volta das 11h desta terça-feira (19) e já dura mais de cinco horas no fórum de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, o julgamento de Antônio Carlos Silva Escudeiro. Ele é acusado de matar a jovem Natana Sanches em janeiro de 2015.


Julgamento acontece no fórum de Cabo Frio — Foto: Marcelo Cristian

Na época do crime, a vítima tinha 25 anos.

No total, sete jurados participam da audiência com a juíza Janaína Pereira Pomposelli. De acordo com a juíza, a previsão é que a audiência termine entre 18h e 19h.

Oito testemunhas já foram ouvidas, quatro de defesa e quatro de acusação. O acusado também já foi ouvido.


Natana Sanches foi encontrada morta em janeiro de 2015 — Foto: Reprodução / Internet

O promotor começou a ser ouvido pela juíza por volta das 16h19.
Entre as testemunhas ouvidas estão a irmã da vítima, uma amiga e um policial militar.

O julgamento teve um intervalo às 13h e retornou às 13h50.

O acusado foi preso logo após o crime e, segundo a investigação da Polícia Civil, tinha um caso extraconjugal com a vítima.

Natana era de Volta redonda, no Sul Fluminense, e estava morando em Cabo Frio na época do crime. A jovem trabalhou por 15 dias como editora de imagens na Inter TV.

Relembra como ocorreu o Crime.


Foi encontrado na manhã desta quinta-feira (1º) o corpo de uma mulher, no Parque Municipal do Dormitório das Garças, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. De acordo com a polícia, ela aparenta ter entre 25 e 35 anos. A identidade ainda não foi confirmada.

Dormitório das Garças – Cabo Frio -RJ/Foto – Reprodução

O corpo foi encontrado em baixo de uma motocicleta. A polícia suspeita que a mulher tenha tentado atravessar um deck de madeira que corta um dos canais do parque. Ainda de acordo com a polícia, ela pode ter se afogado ao cair no canal.

Ela estava vestindo bermuda rosa e blusa branca. Como o parque, que é administrado pela prefeitura, está abandonado, não havia ninguém no local durante a madrugada. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade e o caso será investigado na 126ª DP.

Comentários