Supermercado Princesa de Arraial do Cabo e multado por vender produtos estregados e vencidos

191

O PROCON de Arraial do Cabo esteve em operação hoje (26), com auxílio de agentes da Polícia Civil, visitando dois grandes estabelecimentos que fornecem alimentos para o município.

Cerca de 327 kg de carnes e outros tipos de alimentos vencidos e armazenados de forma irregular foram apreendidos durante uma operação realizada na manhã desta terça-feira (26) pelo Procon de Arraial do Cabo.

A ação foi feita com a Delegacia Especializada em Defesa do Consumidor (Decon) no Centro da cidade e no distrito de Figueira.

De acordo com o Procon, o gerente da Rede Princesa Supermercado e o dono do mercado em Figueira foram levados para a Decon no Rio de Janeiro e devem responder por lesão ao consumidor e contra a ordem econômica e tributária.


No supermercado Princesa foram apreendidos 126 kg de carnes, produtos vencidos, sem especificação, em más condições de armazenamento e outros com mais de uma etiqueta de vencimento, o que representa fraude e é considerado um agravante.

No segundo mercado em Figueira foram apreendidos 201 kg de carnes, 1.030 unidades de iogurtes, grande quantidade de produtos que estavam em más condições de higiene e armazenamento, de acordo com uma análise realizada pelo perito do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

Os responsáveis pelos estabelecimentos foram encaminhados à Delegacia de Proteção e Defesa ao Consumidor por crime ao consumidor e ordem econômica e tributária, visto pela Lei 8.137/.

“Tem muita mercadoria. Tudo armazenado de forma irregular e abaixo da temperatura como manda o fabricante. Entre eles estão incluídos iogurtes, massas, requeijão, frios, carnes, entre outros.

Os responsáveis foram autuados em flagrante delito e serão encaminhados para a Decon, onde o delegado vai definir a tipificação do crime”, disse o superintendente do Procon em Arraial do Cabo, Márcio Lisboa.

O superintendente disse ainda que os estabelecimentos não foram interditados porque possuem toda a documentação necessária para o funcionamento.

O Rlagosnoticias tenta contato com os supermercados para saber o posicionamento das empresas.