Possível caso de negligência é alvo de investigação na Câmara de Vereadores de Rio das Ostras familiares processa hospital

42

A prefeitura de Rio da Ostra,entrou em contato com nossa redação do Rlagosnoticias,dando um esclarecimento sobre o caso que aconteceu de uma jovem no Pronto socorro da Cidade,onde a família e mãe,processa a unidade por negligencia na parte dos Médicos pela morte de sua filha. A prefeitura relatou que ate o momento não recebeu nenhuma notificação oficialmente.

Veja a Resposta da Prefeitura abaixo.

Em nota a prefeitura disse que sobre a questão do inquérito, ainda não foi notificada oficialmente. Informou ainda que a paciente Paula Rodrigues da Silva Martins esteve no Pronto Socorro Municipal de Rio das Ostras, no dia 08/03/2019, às 18h26, com um quadro de dor de cabeça e hipertensão, sem nenhum sintoma que levasse a suspeitar de um episódio neurológico. Ela foi atendida e devidamente medicada e depois de estabilizada, foi liberada, uma vez que não tinha mais queixas.

Posteriormente a paciente retornou às 22h56 do mesmo dia, novamente com um quadro hipertensivo e piora da sintomatologia que se instalou abruptamente, e foi atendida e assim solicitada Tomografia Computadorizada (TC) de crânio. Com o quadro agravado, foi transferida para o CTI do Hospital Municipal de Rio das Ostras.

O resultado da tomografia, feita numa unidade em Búzios, foi encaminhado ao setor de neurologia do hospital de referência da região, que indicou um tratamento conservador, acompanhamento, e o exame de angiografia cerebral (procedimento de alta complexidade, que é feito apenas em poucas unidades do Estado). Imediatamente, a paciente foi incluída no Sistema Estadual de Regulação.

A paciente chegou a ser transferida para um Hospital em São Gonçalo, onde veio a óbito, devido a ruptura de um aneurisma cerebral.

A família que justiça, e não vão sossegar enquanto os responsáveis pela morte de sua filha não for punidos.