Ovacionado, Arrascaeta volta a jogar pelo Flamengo e revela papo com Abel: “Minha hora vai chegar”

55
https://twitter.com/cahemota/status/1114670185154252800

Personagem da semana do Flamengo, Arrascaeta falou pela primeira vez sobre a recente pressão para a sua titularidade após a classificação do clube para a final do Campeonato Carioca.

Depois de ter ficado o jogo todo contra o Peñarol, do Uruguai, no banco de reservas na Libertadores, o meia uruguaio viu uma onde de manifestações a seu favor. Contra o Fluminense, o Maracanã inteiro ecoou “Ah, Arrascaeta” no segundo tempo, pedindo sua entrada.

Abel Braga atendeu os pedidos e colocou o uruguaio para jogar os últimos 30 minutos do clássico. Em sua volta aos jogos, Arrascaeta entrou no lugar de Diego e conseguiu distribuir um pouco mais o jogo.

Teve duas chances de finalizar na área, mas em ambas foi travado pela marcação, e cadenciou o ritmo após o gol de empate. Na saída do estádio, ele admitiu a frustração por não ter entrado diante do Peñarol, mas revelou um papo com Abel e já projetou uma sequência em breve:

– Eu estava preparado para jogar, dependia do treinador. Mas certamente fiquei com muita vontade de entrar em campo. (…) Ele veio falar comigo para ficar tranquilo que minha hora vai chegar.

Falei que estava tranquilo e preparado para quando puder entrar dar meu melhor e ter uma sequência boa – disse o meia, que contou como foi ouvir o Maracanã inteiro gritar seu nome:

Com a vantagem do empate por ter sido campeão da Taça Rio, o Flamengo se classificou para a final do Campeonato Carioca após ficar no 1 a 1 com o Fluminense no último sábado, no Maracanã (veja os lances no vídeo acima) – seu adversário sairá do jogo Vasco x Bangu deste domingo.

Os jogadores folgam e se reapresentam na tarde de segunda-feira no Ninho do Urubu. A próxima partida da equipe será na quinta, contra o San José, da Bolívia, no Maracanã, pela Libertadores.