Por falta de limpeza adequada Cabo Frio sofre com epidemia de dengue

51

A proliferação da dengue em Cabo Frio preocupa os moradores. Apesar do nível estável de infestação do mosquito transmissor da doença, o número de casos da doença aumentaram na cidade, de acordo com os dados do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa).

O município está com índice de infestação de 1,3%, mas em alguns pontos da cidade a situação é preocupante.

É o caso das regiões da  Reserva do Peró, São Cristóvão e Guarani,que apresentaram o maior índice do levantamento, 3,2%. O índice com até 1% é considerado satisfatório, de 1% a 3% estado, de alerta, e acima de 4% é considerado risco de surto de dengue.

Nossa redação recebeu diversas reclamações que a prefeitura não passa com frequência com os fumacês nos bairro, principalmente no Guarani que o foco de dengue esta maior nos últimos dias.

Vários moradores vem reclamando, através do nosso whatsApp,sobre entulhos que ficam nos bairros que a prefeitura nao tira com frequência, isso pode causar dengue sem falar da grande porcaria de serviço que a consercaf vem desenvolvendo em Cabo Frio, serviços porcos e de péssima qualidade.

A preguiça é tanta que várias ruas de Cabo Frio se quer funcionários da Comsercaf passa a vassoura,segundo relatos de um funcionário da prefeitura, informou que não tem dinheiro para comprar sacolas pretas para colocar o lixo. Rua suja também da dengue Sr Prefeito.