Alex Cowboy lutador do UFC é procurado pela policia de Três Rios

116

O lutador Trirriense do UFC Alex Oliveira de 31 anos, o Alex Cowboy está sendo procurado pela polícia, ele é acusado pela mãe da filha do casal de apenas cinco meses de ter agredido duas mulheres na localidade da Morada do Sol e ainda levou uma criança de apenas cinco meses em uma moto. O caso ocorreu hoje (25) em Três Rios.

A mãe da menina de 23 anos foi levada para a 108ª Delegacia de Três Rios, quando recebeu uma ligação da irmã do lutador dizendo que a criança estava na localidade do Açude e que iria até a sede da Polícia Civil entregar a menor para a mãe.

Segundo a PM, Alex Cowboy tem paradeiro ignorado, pois nem a irmã sabia o local em que ele estaria possivelmente escondido. O atleta irá responder por três crimes: Injúria, Lesão Corporal e Agressão.

De acordo com a polícia, esta foi a segunda confusão que o lutador se envolveu neste sábado. Por volta das 5h30, ele discutiu com um segurança — com quem já teria desavenças — ao sair de uma festa na Ilha di Capri. Ele teria feito ameaças ao homem, que prestou depoimento na delegacia.

Os dois casos são investigados na delegacia de Três Rios, onde o lutador foi autuado pelos crimes de lesão corporal, injúria e ameaça.

O Rlagos Notícias entrou em contato com o lutador Alex Cowboy, mas não obteve retorno.

Discussão no Natal

Há cinco meses, o lutador se feriu com uma granada durante uma discussão com a família no Natal. Ele tentou separar uma briga da tia dele e acabou machucando a perna. O atleta foi abastecer o carro durante a noite, quando viu alguns parentes envolvidos em uma briga e parou para saber do que se tratava. No meio da confusão, uma granada foi atirada em direção a Alex Cowboy e estilhaços do explosivo acabaram atingindo a perna e o pé dele.