Homem que confessou estuprar e matar criança também será investigado por abusar da irmã em Campos dos Goytacazes.

56

O homem que confessou para a polícia ter estuprado e matado o primo de 10 anos em Campos dos Goytacazes, também será investigado por ter abusado sexualmente da irmã de oito anos.

A declaração foi feita pela mãe do detido nesta quarta-feira (19) em Campos.

“Ele acabou com a vida da família”, disse a mulher.

De acordo com a polícia, o homem de 18 anos confessou, durante o depoimento, também ter violentado a irmã, que foi levada para fazer o exame de corpo de delito nesta quarta.

Em 2017, ele começou a cumprir medida socioeducativa no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) após ser acusado de matar a tiros e pauladas um taxista na cidade. Segundo a Polícia Civil, o detido respondia por latrocínio e tráfico de drogas e estava em liberdade assistida.

O detido cumpriu dois anos de detenção e foi transferido para o Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad). Na unidade, tinha autorização para sair nos fins de semana, ainda segundo a polícia.

Durante uma das saídas do Criaad, ele sofreu um acidente de moto e, por conta do tratamento, só voltaria para a unidade em julho.

Em entrevista coletiva nesta quarta, a delegada Natália Patrão, uma das responsáveis pelas investigações, afirmou que o suspeito apresenta sintomas de psicopatia.

Em todo momento, ele se mostrou frio e sem emoção. Alguma psicopatia, provavelmente, ele tem, disse a delegada.

A Polícia Civil informou que o homem já foi autuado pelo crime contra a irmã e também vai ser investigado por um outro caso de estupro contra menor na família.

O delegado Bruno Cleuder, que também acompanha o caso, disse que o inquérito será concluído nesta segunda-feira (24). Ainda de acordo com ele, o homem deve responder por homicídio qualificado e estupro de vulnerável.