Líder do tráfico do Porto do Carro, “Makaiver” e “Catimbau” são mortos após uma intensa troca de tiros com policiais do 25ª BPM em São Pedro da Aldeia.

170
Redação da Rlagos Notícias esteve no local do crime situação era bem tensa no local

Makaiver Gomes dos Santos de 33 anos vulgo MK e Fernando Souza Gomes de 25 anos vulgo Catimbau, foram mortos após um intenso tiroteio na comunidade do Porto do Carro em São Pedro da Aldeia na noite desta Segunda-feira (24), Catimbau era o braço direito de MK na comunidade.

Todos os comércios foram fechados por conta dos tiros, os policiais foram recebidos a tiros dentro da comunidade, e em justa defesa realizaram disparos.

De acordo com PM, após receberam informações que o líder do tráfico do Porto do Carro, estava escondido em uma casa, próximo ao mercado Ideal, policiais foram até a localidade, onde montaram um cerco na comunidade para evitar a fuga dos traficantes, foi quando os traficantes partiram para cima dos policiais atirando contra eles, e em legítima defesa os policiais revidaram.

Makaiver é Catimbau foram alvejados após a intensa troca de tiros, os dois vieram a óbito, a situação na comunidade ficou tensa quando souberam da morte do líder do tráfico, os comerciantes de imediato fecharam os seus comércios, mais de 10 viaturas da polícia militar estiveram no local, resguardando os corpos, até a chegada da perícia da 125ª DP.

Ainda de acordo com a PM, dentro da residência, foram encontrados 700 vidros de lança perfumes, 140 munições, 2 pistolas, 2 granadas,1 kg de maconha e um veículo Renault Sandero Auth 10 de placa QOY – 4226 de Belo Horizonte o veículo era roubado.

Quem foi Makaiver!

Macaive Gomes dos Santos é ligado a facção Comando Vermelho e comandava o tráfico de drogas na comunidade do Porto do Carro, próximo ao limite entre Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, era chefe da Estradinha também. 

Em janeiro de 2013, durante uma troca de tiros entre policiais militares do 25º BPM e traficantes na comunidade conhecida como Beco do Rato, em Cabo Frio.

Macaive Gomes dos Santos, identificado como o chefe do tráfico local, foi atingido por um tiro e levado ao Hospital Jardim Esperança.

À época a PM apreendeu R$ 2 mil em dinheiro, mil sacolés de cocaína, 560 cápsulas de cocaína, 470 pedras de crack, 180 comprimidos de ecstasy, 95 frascos de cheirinho da loló, um revólver com numeração raspada, dois carregadores e uma touca ninja. A ocorrência foi registrada na 126ª DP (Cabo Frio). 

Preso até 2017, ele saiu em Evasão, no dia 21/07/2017, da Penitenciária Alfredo Trajan, e não mais retornou a sua unidade prisional. 

Em junho de 2018, uma guerra entre traficantes de facções rivais pelo controle territorial e pela venda de drogas resultou em tiroteios entre os bandos e também com a polícia, no qual bandidos empunham armas e fuzis enquanto trafegam por uma rua do bairro Porto do Carro, próximo ao limite entre Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. 

De acordo com o comandante do 25º Batalhão da Polícia Militar, a investida de um grupo sobre os rivais nos últimos dias aconteceu em função do reforço de bandidos vindos do Rio, principalmente do Complexo da Penha.

De todo o modo, um dos alvos da polícia foi identificado na guerra entre facções, era Makaive Gomes dos Santos, conhecido como Macaive ou MK, é apontado como o líder do bando que tenta tomar os pontos dos rivais. 

Os criminosos da Boca do Mato tentaram invadir o Tangará, que tem o comércio de entorpecentes dominados por uma facção rival. No confronto, um homem foi morto. 

No dia 13 de agosto de 2018,policiais do 25ª BPM com uma equipe munida de informação chegou até a comunidade da Estradinha Grande e apreendeu uma quantidade de material entorpecente para abastecer as bocas de fumo pertencentes ao traficante Makaiver.

Vale ressaltar que o prejuízo no tráfico da Estradinha foi de aproximadamente r$125.000,00 na época.

Macaiver estava impondo o terror na região, colocando barricadas para que a Polícia Militar não patrulhe determinadas ruas, distribuindo armas para seus traficantes, cobrando de comerciantes cestas básicas para que caminhões de bebidas entrasse para abastecer os comércios, obrigando moradores a pagarem taxas irregulares de Internet, gás de cozinha entre outros, cobrando e exigindo que taxistas pagassem tais taxas para buscar passageiros.

Moradores estavam com medo de morar na localidade pois estavam sendo refém dos traficantes da localidade e principalmente por Macaiver.

Segundo levantamentos Macaiver e apontado de ser o mandante da morte do taxista morto no dia 24 de maio de 2019,com mais de 10 tiros, Macaiver mandou um membro da facção, vulgo Riquinho gerente do tráfico,matar o taxista após um discussão entre os dois, pois o taxista não concordou com as taxas absurdas que estavam cobrando.

O corpo de Macaiver e Catimbau, foi levado para o IML de Macaé, o caso foi apresentado na 125ª DP de São Pedro da Aldeia,o policiamento na comunidade foi reforçado.

Alguns ônibus da Auto Viação Salineira foram tirados de circulação até que a situação na comunidade normalize.