Irmã de mulher presa por engano após ter o nome confundido é detida em Rio das Ostras

47

A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (26) em Rio das Ostras, no interior do Rio, Daniela Estevão Fortes, de 24 anos. O nome dela ganhou repercussão nacional depois que a irmã Danielle Estevão Fortes, de 26, foi presa no lugar dela em Magé, na Baixada Fluminense.

De acordo com a PM, a prisão aconteceu durante a manhã no bairro Nova Esperança após uma denúncia anônima.

Após 11 dias presa no lugar da irmã, Danielle Estevão Fortes, de 26 anos, foi solta no início da tarde de terça-feira (18). Ela estava no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, por dois crimes que não cometeu. A jovem saiu do complexo penitenciário caminhando e se emocionou muito ao abraçar familiares que a aguardavam.

A confusão começou quando a Polícia Civil, o Ministério Público e a Justiça indiciaram, denunciaram e prenderam a irmã errada. Por um erro de grafia, Danielle foi presa acusada de assaltar duas lojas de celulares em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em 2018.

Ao voltar para sua cidade, Magé, Danielle teve uma recepção calorosa: amigos e outros moradores organizaram um desfile em carro aberto e ovacionaram a esteticista.

“Foi muito ruim, muito doloroso, as pessoas aqui estão sendo tratadas como bicho. A gente come comida estragada, arroz cru, a gente dorme com um colchão furado, rasgado, são oito presas em uma cela. O momento mais difícil é não saber onde que minha irmã está. Por que ela me deixou passar por isso sabendo que não fui eu?”, lamentou Danielle.