“Covardia”Grupo de gatos agoniza e morre com suspeita de envenenamento em Arraial do Cabo; gatinha sobrevive

52

Pelo menos oito gatos morreram na tarde desta sexta-feira (28) em Arraial do Cabo, com suspeita de envenenamento. Uma gata conseguiu sobreviver e está sob os cuidados de médicos médicos veterinários. O grupo vivia em um pesqueiro da Praia Grande. E, segundo o Projeto Animal de Arraial, mais de dez felinos estão desaparecidos.

A veterinária Fabíola Brandão fez o atendimento emergencial da gatinha sobrevivente e diz que o estado dela é estável.

“Ela estava babando, com tremores musculares, vomitou um pouco e evacuou um pouco. Também estavam com a coordenação motora toda desfigurada e sistema neurológico afetado. Todos os sintomas apontam envenenamento. Agora, ela se encontra estabilizada, sem tremores, sem salivação, mas não sabemos como foi o estrago interno”, disse Fabíola.

O vice-presidente do Projeto Animal, Ramon Amorim, contou que a associação trabalha no local para evitar a proliferação de gatos.

“A gente tem feito um trabalho de castração ali, com os próprios recursos. De 8 a 10 gatas já pegamos ali para castrar. A gente faz campanha de ração, para levar ração para eles lá. Na medida do possível, a gente faz o que pode”, relatou.

Maus-tratos contra os animais é crime pela Lei de Crimes Ambientais. O artigo 32 deixa claro que a pena é de “detenção, de três meses a um ano, e multa”.

Ramon acredita que foi colocado chumbinho no local.

“Parece que hoje colocaram chumbinho lá na comida dos bichos. Não sei porque cargas d’água, não sei quem faria tamanha maldade, não sei se é gente dali, se é gente de fora. Os pescadores dali ajudam bastante a gente. Eu sei que a situação é muito complicada”, revelou.

Ainda de acordo com o projeto, o processo de castração dos animais estava pronto desde janeiro e não foi assinado pela Secretaria de Saúde.

O caso deve ser relatado à Polícia Civil nesse sábado (29), segundo a equipe do projeto.

Fontes: G1.com