Manifestantes fecham acesso a Arraial do Cabo,por causa de demolição de casas no Parque das Garças

43

Uma manifestação por causa da demolição de casas em áreas irregulares no Parque das Garças, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, interrompeu o trânsito em dois pontos da RJ-102, no distrito de Figueira, por volta das 16h desta terça-feira (2). A pista já foi totalmente liberada.

Manifestantes colocaram fogo em pneus e galhos no meio da pista. A circulação de ônibus e o trânsito de veículos foi interrompido.

O motivo, segundo os manifestantes, foi a atuação do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e da Polícia Militar durante a demolição de 12 casas, que foram construídas de forma irregular em uma área de preservação ambiental, segundo as autoridades.

Os moradores também negaram a informação de que o local era usado por traficantes para a venda de drogas.

A PM foi acionada e conteve o primeiro ponto do protesto, próximo a uma estação de esgoto da Prolagos. Logo depois, os manifestantes seguiram até um ponto mais próximo do Centro de distrito. A pista foi totalmente liberada por volta das 19h30.

A Auto Viação Salineira informou, por meio de nota, que “as linhas B470 – Cabo Frio x Figueira, 121 – Araruama x Arraial, 341 – Arraial x Sabiá e 340 – Arraial x Pernambuca não estão conseguindo concluir o itinerário e que a empresa está acompanhando a situação no local e aguarda a liberação da via para que os itinerários sejam normalizados”.

Sobre as demolições, a PM informou que apenas deu apoio às ações do Inea. Já o Inea disse que a operação foi desencadeada a partir de denúncias anônimas.