Justiça nega liminar e André Granado segue fora da Prefeitura de Búzios

43

O juiz da 2ª Vara de Armação dos Búzios,Raphael Baddini, não aceitou o pedido de liminar que recolocaria André Granado na Prefeitura do município. Com isso, Henrique Gomes, vice-prefeito eleito junto com André, segue ocupando o cargo.

A assessoria de André Granado, que havia dito que ele voltaria à Prefeitura nesta quarta-feira (24), disse que ficou perplexa com a medida.

A Prefeitura de Búzios informou que a decisão do juiz Baddini, segue o consenso da 21ª Câmara Cível, que por 3 votos a zero, em julgamento realizado na terça-feira (23), manteve o afastamento de André Granado do cargo.

Por meio de nota, Henrique Gomes disse que, como todos os cidadãos de Búzios, também espera uma decisão definitiva sobre a condução do município, mas se empenha na “oportunidade de estar à frente da Prefeitura para dar ênfase a uma gestão baseada nos princípios da economicidade e transparência”.

A nota termina dizendo que Henrique Gomes dará “continuidade ao trabalho com seriedade e respeito aos servidores e munícipes em geral deixando, a cargo da Justiça, a decisão final”.

André está afastado da Prefeitura desde o último dia 11, devido a uma suposta fraude em um boletim oficial de 2013. Sete dias antes, André tinha voltado à Prefeitura após o desembargador Guaraci de Campos Viana anular uma decisão de maio de 2019 que determinava que o prefeito eleito fosse retirado do cargo.

André Granado é acusado de improbidade administrativa por ter, segundo a denúncia, suspendido a contratação de aprovados em concurso público de 2012 quando assumiu a Prefeitura, em 2013.