Após passar por internação, pensionista é levada em maca para fazer prova de vida em banco em Rio das Ostras

Compartilhar

Após passar 24 dias internada por conta de uma artéria entupida na perna e ter seu pagamento suspenso, a pensionista Márcia Galvão, de 59 anos, precisou ser levada em cima de uma maca para realizar prova de vida dentro de uma agência bancária. O procedimento foi realizado em Rio das Ostras, na Região dos Lagos.

O flagrante foi feito por um morador que também estava indo à agência, nesta terça-feira.De acordo com o ‘Bom dia, Rio’, a família foi à agência com uma ambulância disponibilizada pelo município, mas os funcionários não quiseram sair do banco para fazer o atendimento.

A família então saiu do veículo para entrar no local com a maca.O banco destacou que os funcionários não saíram da agência para realizar o atendimento pois é necessário colocar a senha cadastrada ou capturar a biometria do próprio beneficiário. Estes procedimentos devem ser executados dentro do local, por isso os funcionários não são autorizados a sair.

Os familiares de Márcia informaram que o pagamento da pensionista foi suspenso no último mês. Eles tentaram obter uma procuração para receber os valores, mas teriam de ir até o Rio de Janeiro, na sede do INSS, para consolidar o documento.

Além da possibilidade do pagamento por procuração, também é oferecido pelo INSS o atendimento em casa para servidores com mais de 80 anos e com dificuldade de locomoção. O agendamento da consulta é realizado pelo número 135. Contudo, a família de Márcia informou que a entidade não ofereceu este serviço e por isso foi até o local. Veja o vídeo!

Comentários