Comissionados terão cortes nos salários em Arraial do Cabo

50

Em Arraial do Cabo, não se fala de outra coisa se não as possíveis demissões que estão sendo estudadas pela prefeitura da cidade. Nos grupos de WhatsApp e nas rodas de conversa pela cidade o número é dado como certo: 600 pessoas seriam exoneradas, cortadas de diversas secretarias.

Mas ontem o prefeito Renatinho Vianna desmentiu que o número esteja fechado. Segundo ele, a prefeitura está fazendo um levantamento para definir quais e quantos cortes serão feitos. De pronto, o prefeito anunciou a redução de 20% dos salários dos comissionados. 

– Não tem nada definido ainda. A gente tem procurado ajustas a folha, de acordo com o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas não tem números certos não. Esse período é de arrecadação baixa, cortei também 20% do vencimento dos comissionados porque acho que a hora é de sacrifício de todos pra ir ajustando… – informou o prefeito.

A redução dos salários dos comissionados vale por três meses (90 dias), segundo Renatinho. Outras medidas também estão sendo estudadas, como a terceirização de serviços públicos como varrição. 

– É questão de ajuste mesmo, tirar excessos, essas coisas – finalizou o prefeito.

A Folha solicitou a assessoria de imprensa o impacto que o corte de 20% dos salários dos comissionados representaria para os cofres públicos e quantos comissionados a Prefeitura de Arraial do Cabo tem. Mas até o fechamento desta edição não obteve resposta.

Fonte: Folha dos Lagos