Por falta de pagamento servidores da Educação de Cabo Frio estão de greve

Compartilhar

Os servidores da Educação de Cabo Frio, iniciaram uma nova greve nesta quinta-feira (8). Eles cobram exigências feitas ao município, como o cumprimento do calendário de pagamentos e a convocação dos aprovados em concurso de 2009.

A assessoria do sindicato dos profissionais afirma que os pedidos feitos no movimento grevista anterior, em julho deste ano, não foram atendidos.

Uma assembleia foi convocada para a próxima quarta-feira (14) para definir os rumos da greve.

O movimento pede, entre outras coisas, a revisão da autonomia da direção das escolas de suspender as aulas nos dias de conflitos em áreas de risco e a exigência do pagamento de um “difícil provimento” para os profissionais que atuassem nessas áreas.

A Prefeitura respondeu que a Secretaria de Educação mantém contato diário com as unidades em área de risco e orienta a cada uma delas o fechamento, sempre que necessário.

Quando questionados em relação à adesão da greve, o sindicato disse,que algumas escolas estão fechadas, mas que outras seguem abrindo, porém sem o quadro completo de funcionários.

Por meio de nota, a Prefeitura disse na manhã desta sexta-feira (9) que “a maior parte das escolas está com funcionamento normal e que a Prefeitura negocia com os profissionais as solicitações”.

O sindicato também reclamou,que a categoria tem salários atrasados. Sobre isso, a Prefeitura diz que “todos os efetivos da pasta receberam no dia 7 de agosto e que os contratados vão receber na segunda (12)”.

Em relação ao concurso de 2009, a Prefeitura alegou que “já foram chamados profissionais para algumas disciplinas em quantitativo superior ao previsto e a chamada dos demais será feita ainda este ano”.

A nota termina dizendo que a “secretaria avalia ainda criar gratificação de difícil acesso para incentivar a ida de professores para as escolas da zona rural.”

Comentários