Policiais da 125ª DP cumprem mandado de prisão de homem apontado como autor do estupro de vulnerável da própria filha em São Pedro da Aldeia

76

No início da noite de terça – feira (13),policiais civis da 125ª DP, coordenados pelo Delegado Titular Rodrigo Bichara Moreira, cumpriram o mandado de prisão temporária,expedido pelo Juízo da 2ª Vara da Comarca de São Pedro da Aldeia/RJ, em desfavor de Washington Luiz Albuquerque de Freitas, 31 anos de idade, fruto de Inquérito Policial da unidade, por estupro vulnerável.

Diligências levadas a efeito pela 125ª DP,apontam que a criança, atualmente com 05 anos de idade, teria sido vítima de abusos sexuais perpetrados pelo próprio pai, Washington Luiz Albuquerque de Freitas, abusos estes que consistiram na introdução dos dedos na região genital da criança, fatos ocorridos no imóvel onde Washington Luiz  reside, localizado na Rua Saturnino Félix de Moraes, Morro dos Milagres, São Pedro da Aldeia/RJ. 

A criança foi entrevistada por policial capacitada, lotada na DEAM/Cabo Frio, tendo narrado, de forma detalhada em sua entrevista especial, que o pai havia colocado a mão no fundo de sua “perereca”. Ao ser indagada pela policial especialista se sentiu dor, a criança disse que não muito, mas se recostou na cadeira, demonstrado tristeza, tendo narrado ainda que o pai havia praticado o ato por três vezes.

O Laudo pericial apontou que a criança, de apenas 05 anos de idade, não é mais virgem. O perito legista aventou a hipótese de o defloramento observado ter sido produzido por instrumento introduzido no intróito vaginal e vagina com dimensões maiores que o óstio himenal próprio da idade e menores que as dimensões de um órgão genital masculino plenamente desenvolvido, o que converge, em princípio, com as declarações da criança, a qual afirmou que o pai havia colocado a mão no fundo de sua “Vagina”. Serão encetadas outras diligências para robustecer a investigação.

É preciso enaltecer o espírito de colaboração da Drª. Juliana Rattes, Titular da DEAM/Cabo Frio, que prontamente autorizou que a Inspetora Tatiana, policial capacitada para ouvir crianças e adolescentes vítimas, lotada naquela especializada, prestasse auxílio em nossa investigação e realizasse a entrevista da vítima.

A policial Tatiana foi extremamente profissional, sendo certo que o relato colhido por ela sem dúvida agregou valor ao Inquérito Policial e permitirá a melhor compreensão do fato criminoso. 

Diante dos fatos Washington Luiz permanece preso na 125ª DP de São Pedro da Aldeia.