Prefeitura de Arraial do Cabo deixa famílias desabrigadas desamparadas e justiça determina 72 horas para que isso seja resolvido

49

A Justiça estendeu o prazo, de 12 para 72 horas, para que a Prefeitura de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, providencie o acolhimento das cerca de 130 famílias que tiveram as suas casas demolidas durante uma operação no Parque Estadual da Costa do Sol, nesta quinta-feira (15).

A Defensoria Pública do Estado do Rio obteve uma decisão liminar determinando ao município que receba essas pessoas em casas de passagens localizadas em cidades próximas, caso elas queiram, porque a cidade não tem estabelecimentos para esse suporte.

O prazo foi iniciado com a intimação da Prefeitura, por volta das 16h desta sexta-feira (16).

A decisão também determina ao município a responsabilidade de promover assistência para as famílias, como transporte, alimentação, com recursos humanos, técnicos e financeiros, além da inclusão em programas assistenciais.

Em caso de descumprimento da decisão, será aplicada multa diária de mil reais ao município.

O aumento do prazo, de 12 para 72 horas, foi um pedido feito pela Prefeitura para a Justiça.

A redação da Rlagos Noticias,esteve ontem conversando com os moradores em Monte Alto,e a prefeitura se que ajudou eles em alguma coisa nem uma água a prefeitura teve coragem de mandar, e muita covardia além de tirarem a casa dessa família, não dão assistência.

Muitas famílias,não tem a onde dormir, e estão tendo que dormir no frio, com crianças e tudo e um absurdo isso e uma covardia que estão fazendo com essa famílias.