Colunista Sérgio Constantino / Como Fazer Investimentos Inteligentes – 6 Dicas Imperdíveis e muito mais.

Compartilhar

Cerimonialista e Celebrante , 15 anos atuando na área de eventos sociais e corporativos, com mais de 500 eventos realizados até agora, entre eles: Casamentos, aniversários, formaturas, bodas, lançamentos empresariais, palestras, Workshop, feiras e eventos públicos.
Coach Formado pela Abracoaching que é certificada pelo IAC, tendo passado pela avaliação de uma equipe internacional de treinadores responsáveis pela produção de normas e medidas claras para o que constitui o maior nível de coaching. Metodologia de desenvolvimento pessoal que tem por objetivo ajudar a melhorar a performance de um individuo grupo, empresa, aumentando significativamente os resultados positivos.

Também conhecido como metodologia o coaching utiliza-se de ferramentas e técnicas validadas e comprovadas.
Capelão da Instituição: Capelania Internacional Jethro Reconhecida Pela Constituição Dos Estados Unidos, afiliada á Cruz Vermelha Internacional.
Atualmente estou como Assessor Parlamentar na Câmara Municipal de Cabo Frio.

Vou falar muito sobre você se tornar um investidor, aprendendo algumas dicas e descobrindo que esse tipo de mercado pode lhe trazer ótimos retornos financeiros e oportunidades. Vou despertar em você a curiosidade de aprender tudo sobre investimentos inteligentes.
Se tiver alguma dúvida, deixe o seu comentário ao final da matéria. Boa leitura!

Como Fazer Investimentos Inteligentes – 6 Dicas Imperdíveis

Dicas Imperdíveis

Você gostaria de aprender a investir com consciência e lucratividade? Então, você deve entender como fazer investimentos inteligentes.

É cada vez maior a quantidade de pessoas interessadas em investir. Mas será que elas sabem o que estão fazendo? Todas têm a consciência do seu perfil de investidor e são fiéis a uma estratégia de investimentos?

Pensando nisso, preparei essa matéria com dicas para fazer investimentos inteligentes, não importa se você tem muito ou pouco dinheiro para aplicar. Durante o texto, você vai descobrir:

6 dicas para fazer investimentos inteligentes

  • Investimentos para quem tem pouco dinheiro
  • Investimentos para quem tem muito dinheiro
  • Como aplicar seu dinheiro com mais rentabilidade
  • Fugindo dos riscos

O tema investimentos chama cada vez mais a atenção das pessoas devida à popularização da Bolsa de Valores e das corretoras de investimentos. Mas tome cuidado com o mito de que investir gera dinheiro fácil. Não é bem assim: você pode conseguir bons lucros, mas apenas fazendo investimentos inteligentes. Ou seja, você deve saber onde e quando aplicar e o mais importante: quando resgatar o dinheiro.

Não se engane com ideia de que ‘apenas pessoas que já tem dinheiro podem investir’. Atualmente, existem várias aplicações acessíveis para quem não tem muito dinheiro. Vou mostrar tudo isso e muito mais para você. Ao final, você saberá como fazer investimento e qual a melhor aplicação financeira no momento.

Se tiver alguma dúvida, deixe o seu comentário ao final da matéria. Boa leitura!

6 Dicas Para Fazer Investimentos Inteligentes (Mesmo Com Pouco Dinheiro)
Investimentos inteligentes são aplicações financeiras que são bem escolhidas de acordo com as suas condições e por isso trazem lucro com segurança.

Veja 6 dicas par aprender a fazer investimentos inteligentes a seguir

Saiba qual é o seu perfil de investidor

De maneira geral, existem três tipos de investidores. São eles:

Conservador: é aquele que prefere a segurança e estabilidade, mesmo que para isso tenha que abrir mão de uma rentabilidade maior.

Entre os tipos de investimentos conservadores, destacam-se os fundos de renda fixa, Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA.

Moderado: É o perfil mediano, que busca investimentos com rentabilidade acima da média, mas que não sejam de alto risco. É aquela pessoa que tem um pouco mais de conhecimento para aumentar sua carteira de investimentos, mas que não tolera muitas perdas.

Alguns exemplos de investimentos moderados são fundos multimercados, debêntures, fundos de ações, fundos imobiliários e Letras Financeiras.

Agressivo: Prefere assumir riscos buscando a maior rentabilidade possível. Por isso, é importante ter conhecimento do mercado. Além disso, vale notar que um investidor agressivo deve ter uma ampla carteira de investimentos, também com opções conservadoras e moderadas.

Os investimentos agressivos mais conhecidos do mercado são operações na bolsa com derivativos, criptomoedas, ações e fundos de investimentos mais agressivos, por exemplo.

Tenha em mente seus objetivos

Por isso, pense bem: qual é o seu objetivo? Comprar um imóvel, preparar-se para a aposentadoria, viajar ou estudar? Com essa resposta, é possível encontrar o melhor caminho para investir.

Conte com ajuda profissional

Se você quer investir com solidez e mais segurança, você deve contar com um profissional para ajudá-lo a escolher os melhores investimentos. Ao criar sua conta comigo, você ganha acesso a minha lista de grupos no WhatsApp e Telegram. Esse é um ambiente com diversos analistas profissionais e investidores, que vão lhe ajudar bastante.

Tenha uma carteira de investimentos diversificada

Um bom investidor é aquele que trabalha com várias aplicações ao mesmo tempo. Isso vale mesmo se o seu perfil de investidor for o agressivo. Em nenhum cenário, vale a pena apostar todas as fichas em um único caminho.

Para definir um bom leque de aplicações, considere o seu perfil de investidor, os riscos e a rentabilidade dos investimentos, assim como os seus objetivos e o tempo necessário para alcançá-los.

Trabalhe com dados e fatos, não com a intuição

Se você quer ter sucesso nos investimentos e sempre mirar mais alto, é importante não deixar as emoções tomarem as decisões. Ao avaliar suas aplicações, baseie-se em dados e em números concretos, e nunca em suposições.

Tenha uma reserva para investir

É comum, principalmente entre os iniciantes, que não haja uma reserva de dinheiro específica para investimentos. Ou seja, o mesmo montante usado no cotidiano – para compras no supermercado, pagar contas, etc – é usado para investir. Isso pode ser perigoso porque, em caso de algum gasto extra (como em emergências) você pode ser obrigado a resgatar o dinheiro investido antes da hora e, portanto, irá prejudicar a rentabilidade do investimento.

Espero que tenha gostado do conteúdo! Caso tenha alguma dúvida, crítica ou sugestão, estarei à disposição para ouvi-lo na sessão de comentários!

Na próxima matéria vou falar sobre Quais Ativos Investir em 2019! Até lá…

Comentários