Colunista Tássia Romão O maior dilema de todos: a lista de convidados

71
Colunista Tássia Romã

Ela influencia diretamente no perfil da sua festa… Diferente do que as pessoas pensam, não é só o buffet que você paga por pessoa. Na hora de calcular bolo e doces por exemplo, calculamos o número de pessoas, na hora de fechar os convites e papelaria (menus para as mesas, placas de reservado e até lencinhos para a cerimônia), calculamos de acordo com o número de pessoas.

Na hora de escolher uma lembrança, advinha só: calculamos o número de pessoas… Na hora de escolher o vestido de Noiva, você acha que ter uma cerimônia com 200 pessoas, ou uma com apenas 50 não influencia?

Claro que sim! Toda a organização vai girar em torno da sua quantidade de convidados, então minha dica é: antes de começar a fazer qualquer orçamento de qualquer serviço, pense em quantas pessoas aproximadamente você vai reunir nesse dia.

Por mais que essa lista mude daqui até o grande dia, com pessoas entrando e saindo dela (e isso vai acontecer, acredite!), você já vai ter uma boa base sobre uma quantidade total e assim poderá planejar melhor o lugar e cada serviço.

Eu sei que anotar e depois contar não é a parte mais difícil, a parte mais difícil é escolher quem anotar nessa lista.. Então, para te ajudar, separei algumas dicas básicas sobre como montar uma lista de convidados sem errar:

  • Pegue papel e caneta, ou abra o Excel e vá anotando pessoa por pessoa que você realmente considera importante ter nesse dia, até chegar a uma quantidade total. Peça a seu (sua) noivo (a) para fazer o mesmo.
  • Divida a lista em duas partes iguais: metade para você, metade para seu (sua) noivo (a). Veja se vocês não repetiram convidados na lista que fizeram separados.
  • Caso os pais estejam ajudando na organização, de cada parte da lista destine 10% para eles, para que possam também ter nesse dia pessoas que possam compartilhar com eles a alegria de ver os filhos se casando.
  • Caso não estejam ajudando, repasse com eles pelo menos a lista da família, para que eles te ajudem a não se esquecer de pessoas importantes e se sintam parte do processo.
  • Considere crianças a partir de 6 anos de idade, elas provavelmente também contarão para o buffet;
  • Anotou tudo? Chegou nessa quantidade? Agora diminua 10% desse total (pensando na margem de falta que você certamente terá), e aí sim: você já tem uma previsão de quantas pessoas irá convidar! Agora já pode pensar no tamanho da sua festa e para quantas pessoas precisa fazer os orçamentos.

E minha dica mais importante é: escolha as pessoas que realmente fazem parte da sua vida, que vibram com você e que se interessam pela sua felicidade…

Aquelas que você mais ama e gostaria de ter por pertopara viver essa felicidade com vocês!

Nada de convidar por educação! As pessoas que você convida por educação são as que não têm a consideração de chegar no horário, de confirmar presença ou mesmo de comprar uma lembrança pra vocês na lista de presentes…

Convidado é muito caro para convidar por educação!!

E fim… <3 …..Espero que tenham gostado……Deixe abaixo sua sugestão de tema para ser abordados na próxima semana.