Selo internacional ‘Bandeira Azul’ da Praia do Peró, em Cabo Frio,é renovado

59

Uma reunião do júri internacional do programa “Bandeira Azul” realizada no início do mês em Copenhague, na Dinamarca, decidiu renovar o selo da Praia do Peró, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, para a temporada 2019/2020.

Para manter o selo, dado no final de 2018, a Prefeitura de Cabo Frio iniciou um cronograma de obras de revitalização da praia. Estão previstos a implantação de quiosques e sinalizações para indicar o acesso à praia, a implantação de redes de esgoto e abastecimento de água tratada nos quiosques, que, atualmente, usam água de poços artesanais.

O município fez um acordo com uma comissão do Bandeira Azul e se comprometeu a entregar todo o prometido no ano que vem. Até agora foram concluídos o calçadão, a rampa de acessibilidade e a sinalização de onde começa e onde termina a bandeira.

O certificado leva em conta fatores como a qualidade da água, sem qualquer resquício de poluição, e abrange um trecho de 500 metros dos 7,2 km de extensão da Praia do Peró.

A cerimônia de hasteamento da bandeira está prevista para 13 de novembro, dia do aniversário de Cabo Frio.

A reunião do júri internacional certificou apenas duas praias do estado: a praia do Peró e a Prainha, no Rio de Janeiro, além da Marina Costabella, em Angra dos Reis.

A Prolagos, concessionária de água que atende a cidade, informou que a prefeitura solicitou à empresa um projeto para a construção de uma nova rede de captação de esgoto e uma adequação no sistema de fornecimento de água para os quiosques da Praia do Peró.

A concessionária disse ainda que o projeto foi desenvolvido e a empresa aguarda a substituição dos quiosques por novas unidades para o início da execução das obras.

A Prefeitura informou que o projeto desenvolvido pelo município para a Orla do Peró vai ser executado após a alta temporada. Por se tratar de um processo burocrático, com abertura de licitação, não haveria tempo hábil para a conclusão dos trabalhos até a data limite para o hasteamento da bandeira.

O município disse que esta alteração foi comunicada à coordenação do Programa e ficou acordado que a Prefeitura faria a manutenção para manter a orla nos mesmos moldes da primeira certificação.

A Prefeitura também informou que estão sendo feitas melhorias pontuais, tais como retirada de postes deteriorados, conserto da mureta, colocação de chuveiros, acessibilidade, entre outros trabalhos. Ainda segundo o município, os comerciantes locais se comprometeram a fazer a manutenção dos espaços comuns, como banheiros e pintura dos quiosques.

A coordenação do programa Bandeira Azul ressaltou que as obras planejadas pelo município são de melhorias e não são condicionantes do Programa Bandeira Azul.

De acordo com a coordenação, a praia foi aprovada com a infraestrutura posta, mas o Programa incentiva melhoria continua, assim, se foi aprovada pelos 2 júris significa que a atual infraestrutura permanece atendendo aos critérios.

Questionada sobre a extensão de 500 metros certificada, a coordenação informou que o programa Bandeira Azul se destina a promover melhorias em praias urbanas ou com uso intenso. Desta forma, a parte certificada da Praia do Peró é somente a parte já urbanizada.

Informou ainda que a extensão da área significaria implantar infraestrutura em locais ainda preservados da praia. Mas, caso se verifique a possibilidade de extensão da área, sim ela pode ser estendida, desde que cumprindo todos os critérios.