O aluguel de temporada

63

O aluguel de temporada, uma atividade que movimenta a economia da Região trazendo renda para muitas famílias e alavancando o turismo de alta temporada parece ser reproduzido pela natureza com a atividade migratória das aves.

Com sua beleza e expressão, milhares de aves numa riqueza impar de espécies trazem para a Região dos Lagos o movimento migratório de aves predominantemente de áreas setentrionais ou meridionais que fazem de nosso sistema lagunar sua habitação temporária.

Essa movimentação sazonal é responsável pela presença de várias espécies migrantes que em determinados períodos do ano enriquecem a fauna, preenchem nossa paisagem e alegram a vida com seu canto somando a melodia natural de nossa Região.

Fugindo de condições desfavoráveis em suas regiões de origem, milhares de aves na busca natural pela sobrevivência da espécie fazem longos deslocamentos, superiores a 10.000 Km em alguns casos.

Chegando em nossa Região, mais precisamente na Laguna de Araruama onde encontram ambiente favorável com farta alimentação de peixes, moluscos e crustáceos.

Cercada de uma vasta vegetação que proporciona a acolhida necessária para a temporada aves raras, exóticas de presença predominante no hemisfério norte são avistadas com facilidade próximo as águas rasas da Laguna.

Flamingos Chilenos originários de áreas de salinas e lagos alcalinos no Chile, Bolívia e Argentina deslocam por até 500Km por dia até se alojarem na Laguna.

O Batuiruçu por exemplo que migra da América do Norte para o extremo sul das Américas, fazendo paradas para alimentação e o reabastecimento das energias nas águas hipersalinas e ricas em nutrientes da Laguna de Araruama.

O Maçarico de Colete originário do Alasca e Canadá também pode ser avistado em pequenos bandos em nosso complexo lagunar.

O mais ilustre do visitantes, se é que assim podemos classificar. Ou o mais badalado de todos, merecendo clicks para jornais ou closes para matérias de destaque em telejornais, é avistado aqui meio que sem jeito.

E a justificativa apresentada pelos estudiosos é de que este visitante chega aqui favorecido através do fenômeno da Ressurgência e através das correntes de águas frias e profundas acidentalmente chega em nossa Região trazido pela força da correnteza .

Originário das águas do Sul do Oceano Atlântico o Pinguim-de-Magalhães trazido pelo acaso, chega em pequenos grupos e adentram pelo canal do Itajurú podendo ser registrada sua presença na faixa de proteção compreendida como Laguna de Araruama.

Na busca de sardinha e pequenos peixes os Pinguins que se perdem nas correntes marítimas encontram as nossas belezas e riquezas naturais.

E assim com sua fauna cada vez mais rica, nossa Região se torna um cantinho privilegiado do planeta que com a presença embora temporária de um grande número de aves que somadas as já aqui existentes desfilam seu canto e alegria as margens da maior Laguna hipersalina do mundo.

Texto: Glauber Ribeiro e Luiz Felipe Suzano