Ambulantes de Arraial do Cabo participam de ação Coletiva em Macaé

37

Ambulantes de Arraial do Cabo foram chamados para uma audiencia em Macaé que foi uma vergonha por parte da Petrobras.

Trababalhadores da Prainha, Praia dos Anjos, Cais do Porto, Praia do Pontal e outros se sentiram desrespeitado.

A Rede Globo entre outras mídias noticiaram que:
Óleo preto e denso no mar de Arraial, Búzios e Cabo Frio, RJ, será analisado; há suspeita de ser petróleo

Operações para retirada do material, que chegou às areias, começaram às 6h desta quinta-feira (4/4). Resultado de análises deve ser divulgado nesta sexta-feira (5/4) com isso o local ficou interditado impedindo que os ambulantes pudessem trabalhar justamente na Semana Santa.

Vários ambulantes investiram para trabalhar no feriado e devido a água estar imprópria para banho e para a pesca (por causa do óleo) não puderam trabalhar, deixando as familias que dependem do turismo no prejuízo.

Ficou assim por uns 2 meses, porém o prefeito de Arraial do Cabo falou que a praia estava apta para banho apesar dos órgãos competentes dizer que não!
Foi uma falta de respeito com os trabalhadores, um descaso total.

Ao ser chamados pelo Ministerio Publico os trabalhadores se reuniram pagaram um onibus particular deixando seus afazeres para ir até Macaé hoje 23/10 para receber uma noticia de que ganharíam R$ 600,00 pelos dias que não foi trabalhado, realmente isso é uma vergonha!
Sendo que os pescadores receberam R$ 4500,00, todos trabalhamos no mesmo lugar pq uns ganham mais e outros menos?

“Estamos indignados, nós sentimos lesados e não vamos aceitar isso, estaremos recorrendo para que haja correção nestes valores já que todos foram prejudicados ao mesmo tempo” relato de um dos ambulantes.