Colunista Lorena Serpa / Praia das conchas o lugar dessa linda paisagem que retirar da página da Prefeitura de Cabo Frio.

94

Quando olho para essa imagem penso em inúmeras coisas, afinal, tenho uma mente barulhenta e pensamentos que se perdem neles mesmos😲😕…hahaha Mas, uma coisa que me faz pensar é sobre nós como sujeito, como ser existente, sobre autenticidade.

Muitas pessoas passam tanto tempo representando por motivos mil, ser aceito, não expor quem de fato é, não deixar que o outro entre, o estereótipo do meio onde está inserido e demais, que simplesmente se esquecem de quem realmente são.

Aquela pessoa que após se despir de tudo e repousar a cabeça no travesseiro se revela. Quero dizer que essa “vida” não é viver, não é verdadeira.

Do que vale ser inserido(a) mediante aquilo que pensar ser você, mas na verdade o verdadeiro você está aprisionado há sete chaves lá dentro. Se as pessoas não te amarem por quem vc realmente é, seu verdadeiro eu, não queira interpretar a fim dessa aceitação, mas, mesmo que sejam poucos, deixe entrar quem queira te amar por quem você é.

A vida é curta, os momentos e detalhes passam como a neblina, dessa forma, escolher com sabedoria nossas ações e reações farão toda a diferença! Tenha uma VIDA significativa e não teatral.

Uma ótima semana!

Lorena Serpa
Pedagoga
Gestora Empresarial
Estudante de Psicopedagogia Clínica