Assessor especial do governador participa da primeira reunião do CCS em Cabo Frio

Compartilhar

Autoridades locais e estaduais, presidentes de associações de moradores, entidades não-governamentais e sociedade civil participaram, hoje pela manhã, da primeira reunião do Conselho Comunitário de Segurança de Cabo Frio (CCS), no Leste Shopping, onde foram apresentados relatórios da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

O encontro contou com a participação do vice-prefeito de Arraial do Cabo, Sérgio Carvalho, e do assessor especial do governador Wilson Witzel, Roberto Motta, que falou sobre o trabalho e os avanços no setor de segurança pública.

  • Ainda temos muito o que fazer e todos sabem que não é fácil. Infelizmente muitos banalizam o uso da maconha, por exemplo, sem ter ideia de como isso contribui para o fortalecimento do tráfico. Estamos trabalhando muito no combate a criminalidade. Ficamos felizes quando encontramos pessoas iguais a Patrícia Cardinot, empresária engajada e comprometida com o bem estar da população; uma verdadeira heroína na área da segurança pública – afirmou Roberto Motta.
  • A empresária Patrícia Cardinot, que assumiu a presidência do CCS, falou sobre a importância dos movimentos sociais e dos líderes comunitários no trabalho da polícia:
  • Os líderes comunitários conhecem os problemas do local onde moram e sabem o que a comunidade precisa. Isso auxilia muito no trabalho da polícia – destacou a presidente do CCS.
  • O comandante do 25º BPM, coronel Rodrigo Ibiapina Chiaradia, destacou que o batalhão ficou em 1º lugar no Estado em apreensão de drogas e menores em práticas ilícitas
  • Esse índice mostra que a PM está fazendo o seu trabalho. Mas é claro que não estamos contentes com as estatísticas, pois ela deixa nítido que cada vez mais jovens estão entrando no mundo das drogas e isso é preocupante – alertou o comandante.
    O Tenente Coronel do Corpo de Bombeiros, José Carlos Torres, falou sobre o trabalho realizado no fim de ano e o esquema de plantão para o verão.
  • As folgas foram reduzidas e, com isso, conseguimos atender a demanda de turistas que visitam a nossa região na alta temporada. Pedimos que as pessoas não abusem e se informem sobre as condições do mar com os guarda-vidas para que não tenham surpresas desagradáveis. Segundo o balanço que fizemos, em índices de salvamento, Cabo Frio só perde para Copacabana – contou o comandante Torres, lembrando que o apoio do helicóptero na alta temporada ajudou muito nas ações de salvamento.
  • Entre as reivindicações da sociedade civil estão a reativação do IML de Cabo Frio e a colocação de mulheres nas delegacias e DPOs para atenderem as mulheres vítimas de violência. Além disso, a presidente do CCS solicitou, ao assessor do governador, a instalação da Delegacia Legal de Tamoios e a extensão da DEAM e da 126ª DP no Segundo Distrito, para que sejam realizados os Boletins de Ocorrência (BOs).
  • Com certeza isso vai facilitar a vida dos moradores de Tamoios. Essa é uma luta antiga e necessita ser resolvida o mais rápido possível. Precisamos também que ocorra o aumento do efetivo do 25º BPM e da Polícia Civil – destacou Patrícia Cardinot, ressaltando que atualmente a Polícia Civil está com viaturas e sem efetivo.
    A presidente do CCS também pediu quatro quadriciclos para a Polícia Militar e o apoio do governador para que o DPO de Unamar se torne a 8ª Cia, reforçando, desta forma, o efetivo do 25º BPM.
    Na ocasião, vários policiais, guardas municipais, comandantes e o assessor do governador, Roberto Motta, foram homenageados com o Certificado de Amigo do CCS.

O deputado estadual Mauro Bernardo não pode ir à reunião e foi representado pelas assessoras Camila e Tatiane. O comandante da Guarda Municipal, Adson Lopes, esteve no encontro representando o secretário de Ordem Pública, Jorge Marge.

O CCS é composto pela presidente Patrícia Cardinot e pelos diretores Benedicto, Maria do Socorro, Claudio Silva, Luiz Carlos, Tais Rodrigues e Cristiane Aquino.

Comentários