Laudo do IML aponta que mergulhado da Petrobras morreu de asfixias mecânicas por bulimia alimentar

Compartilhar

O IML de Macaé liberou na noite de quinta – feira (09), o laudo onde aponta que a causa da morte do mergulhador Graziano Elvys Silva, de 41 anos, foi asfixias mecânicas por bulimia alimentar.

De acordo com informações levantadas o mergulhador havia acabado de jantar quando foi solicitado a fazer um mergulho de emergência.

Graziano Elvys, morreu de baixo de mais de 200 m de água

A perícia foi acionada no local, a 123ª DP de Macaé investiga se a causa da morte houve negligencia da empresa.

O corpo de Graziano foi levado para o IML de Macaé, seu sepultamento será realizado na cidade de Carangola MG.

A redação da Rlagos,entrou em contato com a Petrobras mais não obtivemos repostas.

O mergulhador morreu na madrugada de quinta-feira (9) em um barco que fazia serviço para a plataforma P-33, que opera no Campo de Marlim.

Comentários