Cabofriense enfrenta Madureira neste sábado (25) , no Estadio Correão

Compartilhar

Cabofriense recebe o Madureira para buscar seus primeiros pontos no Estadual. Por outro lado, o clube da zona norte do Rio de Janeiro tentar manter os 100% de aproveitamento que fez nas primeiras duas rodadas.

Vale ressaltar uma curiosidade no confronto, o tricolor praiano ainda não marcou gols no torneio, enquanto que o Madura ainda não foi vazado. Isto é o exemplo dos momentos distintos que os clubes vivem no ano de 2020.

Na classificação a situação do time da casa ainda é mais preocupante. O clube ocupa a última colocação do grupo A e é um dos únicos três times que possuem zero pontos em todo o torneio.

Já o Madureira possui 6 pontos, no entanto, ocupa apenas a terceira colocação no grupo B e está fora da zona de classificação para a próxima fase. Isso ocorre, porque Volta Redonda e Fluminense possuem a mesma pontuação e tem saldo de gols maior que o tricolor suburbano.

CABOFRIENSE

Cabofriense, apesar de ter feito uma boa estreia contra o Fluminense, perdendo apenas nos minutos finais, sucumbiu diante do Volta Redonda e foi goleado por 4 x 0. Curiosamente, a Cabofriense nesta rodada enfrenta o time que junto aos dois já citados são os únicos com 100% de aproveitamento.

Isso acaba por mostrar também a diferença de força dos times presentes no Grupo A e no B. Pela Taça Guanabara ser um torneio de tiro curto com apenas 6 rodadas, ter perdido os dois primeiros confrontos faz com que a chance de recuperação da Cabofriense seja baixa visando uma possível semifinal de turno.

No entanto, a Cabofriense necessita se recuperar se quiser não ter que disputar a fase preliminar do Campeonato Carioca de 2021, correndo assim risco de cair para o Estadual de 2022.

O confronto contra o Madureira tende a ser tão difícil quanto o contra o Volta Redonda, entretanto, o Tricolor Praiano terá a torcida a favor desta vez. Este será o primeiro jogo do clube na sua cidade, uma vez que, na estreia quando teve o mando de campo, o clube levou o jogo para Bacaxá que fica há uma hora de Cabo Frio.

O clube após duas derrotas demitiu seu técnico Alfredo Sampaio e terá o auxiliar técnico Têti como comandante nesta rodada. Além disso a Cabofriense não contará com o meia titular Gama que foi expulso no primeiro tempo abrindo espaços para a goleada do Voltaço. O volante Victor Feitosa e o meia Nick são os cotados para substituir o jogador suspenso. Com isso, a provável escalação é:

George; Watson, Igor, Anderson Penna e Guilherme; Magno, Rafael Pernão, Nick (Victor Feitosa); Marcus Índio, Abner e Max.

Comentários