Colunista Tiago Santos / A era dos escândalos e controle social tecnológico

Compartilhar

Atualmente estamos vivendo um fenômeno que tem impactado toda sociedade e que o meio acadêmico tem buscado estudar a sua tendência e evolução, ao qual denominamos de teoria do escândalo.

O escândalo e suas vertentes tem sido usado como ferramenta para desconstrução de reputações, de manipulação e de disseminação do ódio, através de processos de desinformação que objetivam o controle social e interesses de grupos políticos e privados.

Os grandes meios de comunicação estimularam este fenômeno,principalmente no desdobramento da operação lava- jato a partir de uma avalanche de notícias balizadas por contínuos escândalos, ensejando desta forma, a inseminação de sementes que viriam a germinar e se tornar um fator incontrolável pelos seus próprios cultivadores.

Percebe-se que se tornou um processo normal, o consumo de notícias sem qualquer filtro de veracidade, estamos consumindo um produto que mescla desinformação e escândalo com o intuito nítido de descredibilizar determinado alvo.

Nessa toada estamos perdendo o bom senso e consequentemente o respeito pelas autoridades em seu sentido literal e abrangente e a conseqüência deste processo sombrio será no futuro um declínio das instituições de Estado e o agravamento de distúrbios sociais e crescimento da violência.

As redes sociais oportunizaram que o indivíduo que expressava opiniões infundadas para meia dúzia de pessoas num bar, passasse a falar para milhões de pessoas em segundos, ou seja, um espaço antes, reservado, para especialistas e estudiosos foi cometido por um processo de banalização, ou seja, todos hoje se sentem analistas seja qual for o assunto.

Esse consumismo desenfreado de fake news que nada mais é do que um subproduto do escândalo possui objetivos claros, programáticos e que tem contribuído para a disseminação de ódio, principalmente, no que tange ao campo político que se tornou o vilão do descontentamento popular e vítima de um processo de demonização.

Por mais que a classe política esteja desgastada, mas é através da política que a Democracia sobrevive há anos.

Que sejamos críticos, mas, não intoleráveis, que o bom senso e a racionalidade sejam o antídoto para mantermos a nossa característica de um povo acolhedor e pacífico.

Há um olho que tudo enxerga nos seus Smartphones que te coloca sob vigilância constante e te manipula, comece a pensar nisso e você passará a ter o controle das suas próprias ações.

Comentários