Suspeito de matar empresário no centro de Cabo Frio é preso

Compartilhar

Uma operação conjunta entre policiais civis e militares na manhã desta terça – feira (11), resultou na prisão do suspeito de ter matado o Empresário Clemir dos Santos de 62, no dia 30 de janeiro de 2020.

De acordo com a policia, o suspeito foi localizado no bairro Vila do Sol com ele foi preso em sua residencia onde também os policiais encontraram uma pistola.

A arma foi entregue a perícia,para ser verificara se essa arma foi usada no dia do crime.

Ainda de acordo com a PM, o suspeito foi identificado como Bruno da Conceição.

O delegado Titular da 126ª DP, Dr Sérgio Caldas através de provas levantadas e testemunhos conseguiram localizar o suspeito, e com isso expediu um mandado de prisão temporário contra ele.

Relembre o caso

Um empresário foi executado por volta das 12h de quinta – feira (30) no centro de Cabo Frio.

De acordo com a PM, o crime aconteceu na Rua 13 de Novembro uma da principais que da acesso a Praia do Forte da cidade.

Ele foi identificado como Clemir de Souza Brito de 62 anos, morador do bairro de São Cristóvão, Clemir é proprietário de uma loja de roupas no bairro.

Ainda de acordo com informações,Clemir levou uma multa na Rua Jorge Lossio, seu carro ia ser guinchado mais foi liberado, ao sair com o veiculo foi abordado na rua seguinte onde um veiculo de cor vermelha cercou o seu carro atirando contra ele.

Segundo populares dois homens armados e encapuzados atiraram em Clemir, ainda dentro do carro.

Equipes do corpo de bombeiros foram acionados onde conduziram Clemir para o HCE com vários tiros.

Clemir deu entrada no trauma do HCE, mas veio a óbito minutos depois não resistindo os ferimentos.

A policia civil, juntamente com a militar estiveram no local do crime analisando câmeras de seguranças, para tentar chegar até os suspeitos.

Clemir chegou fazer algumas denúncias,na 126ª DP de Cabo Frio de invasão de terrenos, juntamente com o INEA.

O crime foi registrado na 126ª DP de Cabo Frio, onde está sendo investigado.

O corpo de Clemir foi levado para o IML de Macaé.

Comentários