Operação mira despachantes suspeitos de falsificação de alvarás em Armação dos Búzios

Compartilhar

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil realizam, nesta quinta-feira (13), a segunda fase da Operação Plastográfos em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, para cumprimento de cinco mandados de prisão expedidos contra despachantes suspeitos de falsificarem alvarás.

A primeira fase da operação ocorreu em 3 de outubro de 2019, quando foram cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos despachantes.

Segundo o MPRJ, foram imputados aos denunciados a prática dos crimes de organização criminosa, estelionato, fraude processual e ameaça.

De acordo com a investigação, empresários que buscavam a legalização de seus estabelecimentos junto à Prefeitura de Búzios eram indicados por funcionários da própria administração municipal a procurar despachantes que, supostamente, agilizariam o processo para liberação do alvará.

Em seguida, ainda de acordo com o MPRJ, as vítimas entravam em contato com os referidos despachantes, que cobravam valores em torno de R$ 5 mil pela emissão de alvarás definitivos, os quais, posteriormente, foram confirmados como sendo documentos falsos.

O MPRJ informou também que no decorrer da investigação, os denunciados ainda ameaçaram vítimas e destruíram provas, retirando alvarás de estabelecimentos lesados sem qualquer autorização.

Comentários