Prisão de Mário Peixoto trará a tona Relações Milionárias da Multiprof com Armando Carneiro em Quissamã

Compartilhar

A prisão do empresário Mario Peixoto na operação favorito ressuscitou uma série de fantasmas até então esquecidos no passado.

Segundo fontes, um destes fantasmas habita o município de Quissamã e acaba de levantar do seu túmulo para cobrar o desfecho de uma relação do passado. O seu nome é: Multiprof.

A Multiprof foi uma cooperativa contratada pelo ex- prefeito de Quissamã, Armando Carneiro que consumiu milhões dos cofres do município e depois aplicou um calote nos seus funcionários que prestavam serviços para a prefeitura municipal.

A cooperativa pertencia ao grupo tentacular do empresário Mário Peixoto, preso pela Polícia Federal na operação favorito.

Armando Carneiro sempre foi próximo do empresário, tanto é que a cooperativa Multiprof foi contratada em seu governo por valores milionários, antes de quebrar e deixar dívidas trabalhistas e fiscais que perduram até hoje no município e que causaram um dano ao erário de proporções impagáveis.

Armando Carneiro é réu junto com a Multiprof em ação de improbidade administrativa por lesão ao erário e que tramita na comarca de Carapebus/ Quissamã.

Com a prisão de Mário Peixoto é provável que todas estas relações sejam investigadas.

Em Quissamã, a relação de Mário Peixoto com Armando Carneiro teria sido alavancada há época pelo ex- governador preso, Sérgio Cabral e Picciani, aliados de primeira hora de Armando nos seus dois mandatos de prefeito no município.

O Rlagos obteve com exclusividade documentos do Ministério Público Federal em que retrata as relações de Mário Peixoto em municípios do Estado do RJ em que suas empresas, como a Multiprof, consumiram quase 500 milhões de dinheiro público.

A ação civil de improbidade administrativa em que Armando Carneiro e Multiprof são réus por danos ao erário público encontra- se com prazo aberto para a procuradoria do município de Quissamã.

Segundo fontes do Rlagos, serão encaminhados um grande volume de provas e documentos a PF e ao MPF sobre as relações contratuais de Armando Carneiro, Mário Peixoto e Multiprof.

Já se passaram alguns anos da gestão de Armando Carneiro, mas, fantasmas são fantasmas e sobrevivem a ação do tempo.

O Rlagos trará com exclusividade nas próximas semanas documentos produzidos no curso das investigações que levaram a prisão de Mário Peixoto e mostrará as relações do empresário no município de Quissamã.

O clima promete ficar quente na bucólica cidade do interior do norte- fluminense nas próximas semanas.

Comentários