Dupla de Vôlei de Praia cabofriense treina pesado para 2021

Compartilhar

Por Mariana Penha 

Matheus Cordeiro e Pedro Henrique visam o Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia, principal competição do cenário nacional. 

O Vôlei de Praia se tornou um dos esportes mais populares do Brasil, graças a duplas olímpicas como Jacqueline e Sandra, Ricardo e Emanuel, e Alison e Bruno Schmidt. Porém, até conquistarem o reconhecimento, esses atletas trilharam um trajeto repleto de obstáculos, privações e muita determinação. Tal caminho está sendo percorrido pela dupla Matheus Cordeiro e Pedro Henrique. A parceria começou recentemente e promete gerar muitos frutos para a Região dos Lagos, mas requer uma ajuda extra: eles precisam de patrocínio. 

Matheus Cordeiro tem 18 anos, 1,99m e foi descoberto aos 15, durante uma competição realizada na Praia do Forte, em Cabo Frio, cidade litorânea do Rio de Janeiro. Ele começou a treinar com Ricardo Candango, que é presidente da Liga Cabofriense de Voleibol (Licav) e realiza um trabalho com jovens em categorias de base na cidade com o CT do Candango. Em apenas um ano de carreira, Matheus foi vice-campeão carioca de vôlei de praia sub-17. Em 2019, esteve na lista dos quarenta atletas que foram destaque em todo o país para uma avaliação de talentos realizada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), em Saquarema.  

Já Pedro Henrique Marins é figura carimbada nas areias. Aos 32 anos e com 1,94m, Iniciou sua carreira em Arraial do Cabo jogando com os grandes para adquirir experiência e alcançou o lugar mais alto do pódio em diversas etapas do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia. Em 2018, conquistou o título de Rei da Praia após vencer quatro partidas em competição realizada na Arena 13, em Campos dos Goytacazes. “Pedrão é obcecado por treinos e preparação física. Um atleta que já teve grande visibilidade no país e agora treina pesado para voltar a brilhar nos pódios”, explica o técnico, Ricardo Candango. 

Porém, a falta de patrocínio tem sido um inimigo invisível da dupla. A intensa rotina de treinamentos demanda uma alimentação adequada antes, durante e após o treinamento, sendo uma das chaves para o sucesso nas competições. Outra questão importante é a suplementação, já que produtos de qualidade para atletas de alto rendimento são essenciais para o ganho e a manutenção muscular, bem como a preparação física com exercícios isolados em equipamentos próprios, auxiliando o ganho de massa. Porém, as despesas com inscrições e viagens para disputar as etapas estaduais do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia serão o grande desafio previsto para o próximo ano. 

Apesar das dificuldades, a equipe promete surpreender e encantar. Ambos estão treinando pesado de olho nas principais competições nacionais previstas para 2021. “Eles estão se dedicando muito e, apesar das adversidades, os dois têm muita disposição e talento para mostrar nas areias do país, colocando a cidade de Cabo Frio em evidência”, finaliza Ricardo Candango. 

Comentários