Enquanto Adriano pensa na reeleição Cabo Frio fica de pernas para o ar e banhistas voltam a desrespeitar decretos e encher Praia do Forte na pandemia da Covid-19 mesmo sem ambulantes,

Compartilhar

A Praia do Forte, mais conhecida de Cabo Frio, no Região dos Lagos do Rio, voltou a ficar cheia neste sábado (12), mesmo com decretos que proíbem a permanência na areia para atividades de lazer. O trabalho de vendedores ambulantes foi interrompido após liberação especial para o feriado nacional de Independência, 7 de setembro.

No calçadão, pessoas caminhavam sem máscara. Equipes de fiscalização da Coordenadoria de Posturas e da Guarda Municipal estavam presentes, mas não impediram a permanência dos banhistas no local.

Até esta sexta-feira (11), segundo o governo do Estado, o interior do Rio teve 50.882 casos de Covid-19 confirmados. Cabo Frio lidera o ranking da Região dos Lagos, com 2.261 casos confirmados e 128 mortes.

Em nota, a Prefeitura de Cabo Frio informou que os agentes da Guarda Civil Municipal, Ordem Pública e Mobilidade Urbana realizam fiscalizações constantes em todas as praias com intuito de orientar e garantir a saúde da população cabo-friense.

De acordo com a Prefeitura, “o mais importante é a conscientização da população, que deve evitar aglomerações, permanecer em casa e respeitar as determinações do decreto que visam coibir a disseminação do novo coronavírus”.

Comentários