Colunista Lorena Serpa | Quem é você?

Compartilhar

Você já se pegou em algum momento fazendo a pergunta: quem sou eu?

Em um mundo onde estamos expostos a todo instante a atender expectativas e a imposições do que você “deve” ser, estamos suscetíveis a nos perder de nós mesmos.

Hoje estava refletindo sobre a seguinte frase: “uma forma de produção de conteúdo em que o foco não é a quantidade, e sim a qualidade do que é criado. Nesse sentido importa menos a rapidez com que você produz e mais a direção que você dá aos conteúdos.”

Sim, essa frase é sobre gestão, mas se você a esmiuçar e trazê-la para si, e se perguntar sobre quantidade e qualidade você perceberá que ela fala sobre nós. Nossa qualidade de vida, sobre como estamos mais voltamos a produzir, do que ser.

Quando penso a respeito de conteúdo, imagino aquilo que está dentro, de ocupa lugar, sua qualidade, beleza, singularidade. É na verdade aquilo que somos, que está dentro de nós, nossa essência.

Ana Thomaz, autora de vida simples vai dizer que: “o que é a vida, afinal? Uma brincadeira, mas sem a ilusão de que brincar é algo irresponsável. Quando você observa uma criança brincando, percebe que ela tem um respeito enorme por aquilo, uma concentração, uma seriedade. Ela está vivendo aquilo!

Será que estamos ausentes de nós mesmos? Será que estamos tão focados e preocupados com as quantidades do que deve ser entregue e estamos deixando de lado o conteúdo? Ou seja, estamos deixando de lado: nós. E,  com isso vamos nos esquecendo de quem somos, dos nossos sonhos, dos nossos ideais, da simplicidade de um mero e simples momento, mas tão cheio de verdade e de vida.

Quando foi a última vez que você parou e se percebeu?

Quando começamos a valorizar e a enxergar aquilo que somos, transformamos a nossa relação conosco e com o outro. E com isso a vida ganha mais cor e alegria.

Já observou o mar? A cor de um jardim? As aves a voar? Parou para contemplar a criação? Você não precisa produzir nada, ela está ali, basta você parar e “brincar” como uma criança que valoriza aquele momento como se fosse único.

Hoje se pergunte, quem é você?

Lorena Serpa

Pedagoga

Especialista em MBA Gestão Empresarial

Estudante de Psicopedagogia Clínica

Comentários