Dr. Serginho: erro de Wilson Witzel foi trair Bolsonaro

43

O deputado estadual Dr. Serginho (Republicanos) disse hoje na Alerj que a “política até aceita a traição, mas jamais aceitará o traidor”.

Afirmou que Witzel teria traído “as lideranças” que o permitiram chegar ao poder, ao cogitar uma candidatura a presidente em 2022.

Na mesma linha de outros colegas de partido e também do PSL, Dr. Serginho destacou que o erro de Witzel foi sua “ambição” e “traição ao nosso presidente Bolsonaro”.

Referências à denúncia, ao Iabas, à Unir Saúde e a Mario Peixoto perderam importância. Para o PSL e o partido de Crivella, o grande erro de Witzel foi desafiar Bolsonaro.