Colunista Lorena Serpa | A Tal da Ética

Compartilhar

O que é? Pra que serve? Por onde anda?

Vamos pensar um pouco sobre essa palavra e sua significância em nossos dias.

Seguindo a ordem das perguntas, Ética é o nome dado ao ramo da filosofia dedicado aos assuntos morais. A palavra ética é derivada do grego, e significa modo de ser.

Na prática, podemos compreender um pouco melhor esse conceito examinando certas condutas do nosso dia a dia. Um exemplo é quando nos referimos ao comportamento de alguns profissionais tais como um médico, jornalista, advogado, empresário, um político e até mesmo um professor. Para estes casos, é bastante comum ouvir expressões como: ética médica, ética jornalística, ética empresarial e ética pública.

A Ética busca fundamentar o modo de viver pelo pensamento humano, é ela que determina, por meio da razão, as condutas do certo ou errado.

Essa semana eu li uma frase dizendo que se nós soubermos amar, ter persistência e ética, nós vamos conseguir sair dessa. A frase se referia aos acontecimentos deste ano de 2020 que tem pego todo mundo de uma forma ou outra e indo mais fundo no sentido da frase me deparei com essa tal de Ética. Analisando as perguntas acima e olhando para nosso contexto, a gente se pergunta: por onde anda essa tal de Ética? Pois se ela é a responsável pela nossa conduta de certo e errado, podemos afirmar que ela anda meio sumida de nossa sociedade!

O estudo e numa linguagem mais dentro do senso comum, levou a curiosidade sobre o comportamento do ser humano, iniciou-se ainda na antiguidade, através de Sócrates e Aristóteles, dois grandes filósofos. Sócrates era considerado um questionador por sair as ruas de Atenas para perguntar sobre os valores da vida no cotidiano. Grande parte dos questionamentos estava ligada aos valores morais, como o “bem” e a “virtude”. Após as perguntas, Sócrates sempre chegava às mesmas conclusões. Era evidente que as pessoas não sabiam o real significado dos valores morais. E quando respondiam era de forma incompleta ou contraditória.

O interessante desse relato de Sócrates é que ao olhar de uma forma amplificada a nossa sociedade ainda hoje chegamos as mesmas conclusões: as pessoas continuam em sua maioria sem saber o real significa dos valores morais.

E o que é moral? Na filosofia, a moral é a parte que trata dos valores em si e o sentimento e as ações do indivíduo, orientados por esses valores. São as decisões que o ser humano, no exercício de sua liberdade, toma sobre o que deve fazer ou não para manter o bem estar social.

A moral e a ética são muito semelhantes e talvez até possam se fundir e serem interpretadas da mesma forma, porém não são. Enquanto a moral é o conjunto de regras criado dentro de uma sociedade, a ética é o estudo sobre os princípios que constroem e fundamentam a moral.

Bom, deixando um pouco esse papo filosófico de lado a gente pode dizer que enquanto sociedade é urgente a reavaliação de nossas ações e reações, na qual tem provocado a aniquilação do pensamento e do senso crítico, incapacitando simplesmente o PENSAR.

A ausência do pensamento crítico interfere negativamente em nossa ética e em nossa moral, fazendo com que as decisões de certo e errado passem a ser mecânicas e até mesmo manipuladas por outras pessoas, tirando nossa personalidade e nossa singularidade.

Nós vivemos em coletividade e para que isso funcione há uma ética, uma moral a serem observadas, avaliadas e exercidas a fim de que tudo vá bem. 

2020 é um exemplo muito claro e quase “palpável” de que as coisas vão muito mal, que a ética está desaparecida e precisa ser reencontrada urgentemente!

Para pensarmos: Como anda a nossa Ética Pessoal que interfere diretamente na coletiva? 

Lorena Serpa

Pedagoga

Especialista em MBA Gestão Empresarial

Estudante de Psicopedagogia Clínica

Comentários