Prefeitura de Cabo Frio desativa e devolve após 6 meses de uso Hospital Unilagos

90

Por: Juarez Volotão

Hospital Unilagos, uma requisição administrativa da Prefeitura Municipal de Cabo Frio, lançado como uma unidade referência em tratamento de pacientes com o coronavírus já está 80% desmontado e com previsão de desativação total para a próxima segunda, dia 5 de outubro, acumulando em seu currículo e breve histórico, muita polêmica, falta de informações quanto a valores, aluguel de equipamentos, compras de insumos, pagamento dos funcionários, denúncias de recebimento de verba federal estando ainda fechado, e o principal, quanto custou aos cofres públicos da cidade durante o seus 6 meses de atividade.

Inaugurado em 10 de abril pelo Prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano do DEM, o Hospital Unilagos divulgou oferecer 21 leitos de UTI com respiradores e 60 convencionais, porém nunca funcionou com a capacidade total anunciada.

No mês de junho, após uma queda de braço da Câmara dos Vereadores com a Prefeitura, a Comissão Especial de Combate ao novo coronavírus recebeu a resposta, solicitada por várias vezes pelos Vereadores, de que os gastos com a unidade hospitalar era de R$ 2,6 milhões, por um período de 4 meses. O Hospital Unilagos está sendo entregue 6 meses após a sua abertura.

A Prefeitura de Cabo Frio informa que vai divulgar o balanço de investimento somente após a sua desativação completa. Sobre o atendimento do hospital com apenas parte da capacidade anunciada, eles apontam que a principal dificuldade, foi a falta dos profissionais intensivistas especializados no tratamento da Covid-19.