Polícia Civil prende suspeitos de furtar combustíveis em dutos da Petrobras na Baixada Fluminense e em Armação dos Búzios

417

A Polícia Civil realiza, na manhã desta quarta-feira (14), uma operação na Baixada Fluminense contra fraudes em combustíveis. Até a última atualização desta matéria, seis suspeitos já haviam sido presos.

De acordo com a especializada, a “Operação Baú” tem como objetivo cumprir sete mandados de prisão contra uma organização criminosa especializada em furto de combustíveis de dutos da Petrobras. O prejuízo causado pela quadrilha é estimado em R$ 1 milhão.

O grupo também é suspeito de provocar prejuízos ambientais, como derramamento de petróleo no solo e riscos de explosão, que colocavam em risco um grande número de pessoas, além de graves problemas operacionais, como a paralisação do fluxo de transporte de combustível e a necessidade de realização de obras para recomposição dos dutos perfurados.

Segundo as investigações, os criminosos utilizavam armas de fogo para garantir a segurança durante a perfuração dos dutos, além de “batedores”, que andavam na frente do caminhão com o combustível furtado para avisar aos demais integrantes da organização criminosa sobre a presença de policiais na estrada.

A operação recebeu o nome por conta da estratégia dos criminosos, que em vez de transportar o combustível furtado em caminhões tanque, usavam isotanques adaptados instalados dentro de caminhões do tipo baú para disfarçar o produto furtado e enganar a fiscalização durante o transporte.