Polícia Federal investiga cerca de R$ 2 Bilhões em fraudes no combate ao Coronavírus

48

A Polícia Federal investiga indícios de desvios de verbas públicas para o combate ao coronavírus em contratos que chegam a R$ 2 bilhões. As apurações tratam, entre outros casos, de suspeitas de fraudes em licitações, compras de insumos com empresas de fachada e superfaturamento na aquisição de equipamentos.

Desde o mês de abril, a PF já fez 52 operações em 19 estados, em busca de provas para viabilizar as investigações sobre possíveis fraudes. Todas as ações já resultaram em 11 prisões preventivas, 120 detenções temporárias e 929 mandados de busca e apreensão. Parte das investigações é baseada em auditorias e relatórios da Controladoria-Geral da União.

O Rio de Janeiro tem o maior volume de verbas suspeitas de desvios. A Polícia Federal investiga R$ 835 milhões de reais em contratos entre o governo do Estado e a Organização Social IABAS para gerir sete hospitais de campanha, que já foram fechados.