Impeachment de Witzel pode ser concluído em janeiro, acredita presidente do TJ

31

Já está em andamento a sessão do Tribunal Especial Misto que julga o prosseguimento do impeachment contra o governador afastado Wilson Witzel. O grupo é formado por cinco desembargadores e cinco deputados estaduais que votarão pelo avanço, ou arquivamento, do afastamento de Witzel.

Cláudio de Mello Tavares, presidente do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), acredita que, caso haja prosseguimento, o impeachment pode ser concluído em janeiro do ano que vem. Até agora, o placar está 4 a 0 pela admissibilidade da denúncia. Faltam oito votos. A sessão é transmitida ao vivo pelo Tribunal de Justiça. Acompanhe: