Policia Civil prende 12 mulheres suspeitas de participarem de golpes eletrônicos no Estado do Rio

47

Doze mulheres foram presas na manhã desta quarta-feira no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio. A Polícia Civil aponta que elas eram responsáveis por induzir as vítimas a repassarem dados bancários e entregarem seus cartões a outros integrantes da organização criminosa, que seriam motoboys para, posteriormente, serem utilizados, gerando grandes prejuízos às vítimas.

Policiais Civis da Delegacia de Combate as Drogas (DCOD) descobriu a organização criminosa especializada em golpes por meio eletrônico, ligada a traficantes de drogas da maior facção criminosa do Estado.

As mulheres, segundo o delegado titular Gustavo de Mello Castro, ligavam para as vítimas se passando por atendentes de bancos para questionar sobre a possibilidade de compras suspeitas nos cartões.  

“A vítima dizia que não realizou a compra. Daí, eles encaminhavam essa pessoa a um suposto atendimento bancário. Sugeriam ligar para o telefone do verso do cartão”.

Um programa especializado com mensagens gravadas era utilizado para enganar as vítimas, que pensavam estar em contato com o banco. Os criminosos, através desta ligação fraudada, colhiam os dados bancários, pedindo o número de cartão da vítima, por exemplo.

Terminada a ligação, as integrantes do grupo diziam que um motoboy recolheria o cartão, supostamente bloqueado. Com os dados em mãos, realizavam as compras. 

Durante a ação policial, foram aprendidos onze notebooks, nove máquinas de cartão, cinquenta cartões de créditos, telefones celulares, além de outros materiais utilizados nos crimes.