Carol Midori é campeã de votos na região, mas mulheres perdem espaço

Compartilhar

A ativista dos direitos dos animais Carol Midori foi a campeã de votos nas eleições deste ano. Ela foi a vereadora mais votada para a Câmara de todos os municípios da região, mas a bancada feminina nas Câmaras da região e a representatividade das mulheres encolheu após nestas eleições.

Carol Midori foi eleita com 2450 votos. Em Araruama, a mais votada, Roberta Barreto, obteve 2.153 votos. Em São Pedro da Aldeia, Mislene de André, mais votada para Câmara aldeense foi eleita com 1.294 votos.

A votação da ativista, que prometeu ser a voz dos animais, superou, o campeão de votos da Câmara de Saquarema Abraão da Melgil, que obteve 1.825 votos; de Iguaba Grande, Balliester Werneck, eleito com 1.336 e o vereador mais votado de Búzios, Raphael Aguiar, que obteve 1.277 votos. Carol superou, ainda, o campeão de votos cabista, Júnior Xuxu, eleito com 1.198 votos.

A vitória da ativista e a reeleição de duas prefeitas – Lívia de Chiquinho, de Araruama, e Manoela Peres, de Saquarema – foram com votações expressivas, mas a bancada feminina nas Câmaras encolheu. A redução foi de 42,8%.

O número de mulheres ocupando cadeiras nas Câmaras Municipais como vereadoras vai cair de 14 para 8 a partir de janeiro. São Pedro da Aldeia foi a cidade onde a bancada feminina mais encolheu e vai passar de 4 para apenas uma vereadora.

A bancada na Câmara de Búzios foi extinta. A cidade, que tem duas vereadoras, não elegeu nenhuma mulher para a Câmara nos próximos quatro anos.

A bancada das mulheres também perdeu uma vaga em Saquarema. A cidade que tem quatro vereadoras elegeu três para o próximo mandato. Cabo Frio e Araruama mantiveram duas cadeiras cada uma.

Comentários