Corpo de dentista morta por PM em Valença será enterrado neste sábado

207

Mayara Pereira de Oliveira Fernandes foi morta pelo ex-namorado, o PM Janitom Celso Rosa Amorim

O corpo da estudante de pós-graduação em odontologia, Mayara Pereira de Oliveira, de 31 anos, será enterrado, na manhã desta sábado (28), no Cemitério Portal da Saudade, em Volta Redonda, no Sul Fluminense.

Mayara foi vítima de um feminicídio após ser morta com um tiro na boca, nesta sexta-feira (27), no estacionamento do Centro Universitário de Valença. Ela foi feita refém por duas horas e meia pelo ex-namorado, o policial militar Janiton Celso Rosa Amorim, de 39 anos. A estudante chegou a ser socorrida para o Hospital Escola de Valença, mas não resistiu aos ferimentos.

Mayara Pereira morava em Volta Redonda e trabalhou há alguns anos em um consultório de odontologia em Resende, município onde é localizado o batalhão em que Janitom era lotado. Após o disparo, ele foi imobilizado e levado preso para delegacia de Valença.