Polícia Civil realiza operação no Morro do Castro, em São Gonçalo, para capturar assassinos de Policial Federal

118

Policiais Civis realizam operação, nesta quarta-feira (09/12), no Morro do Castro, em São Gonçalo, para cumprimento de mandados de prisão contra criminosos que atuam na região. Um suspeito, apontado como gerente do tráfico na comunidade Nova Brasília, em São Gonçalo, foi preso. Armas e drogas foram apreendidas.

Dois acusados pela morte do policial federal aposentado José Dídimo do Espírito Santo Costa, diretor do Hospital Estadual Alberto Torres, que aconteceu em outubro deste ano, em Niterói, morreram durante confronto com a CORE. Com os acusados foram apreendidas duas pistolas, uma delas com kit rajada, carregadores, munições e coldres.   

De acordo com as investigações, Matheus Marins Ramos, o “Teteu”, e Ryan Madson Abreu da Silva, conhecido como “Sapo”, que morreram durante o confronto com a CORE, eram procurados pela polícia por envolvimento em diversos crimes e suspeitos pela morte de José Dídimo.

O Disque Denúncia havia divulgado um cartaz oferecendo recompensa de R$ 5 mil por informações sobre o paradeiro deles. Matheus tinha 12 passagens pela polícia e 6 mandados de prisão em aberto. Já Ryan Madson Abreu da Silva tinha 16 mandados de prisão a serem cumpridos e 56 passagens pela polícia.