Morador de Lagoa de Cima tenta ajudar salvar crianças que morreram no trágico acidente em Campos dos Goytacazes

92

Durante a tragédia, quatro crianças morreram, quando o carro tombou no rio Preto, que desagua em Lagoa de Cima, na noite desta segunda-feira (14), em Campos. Porém, o morador de Lagoa de Cima, Felipe Gama Queiroz, ajudou a retirar três crianças do veículo, infelizmente já sem vida, no momento em que retornava do trabalho e parou para ver o ocorrido.

“Na hora que fui informado que havia crianças dentro d’água, não hesitei: pulei dentro do rio para tentar salvar as criancinhas que ficaram presas dentro do carro. Até conseguimos retirá-las, mas, infelizmente, todas já estavam mortas”, conta Felipe, que é pai de duas crianças.

Ainda sob forte emoção acrescenta. “Na hora, fiquei triste porque as poucas pessoas que estavam não pularam dentro da água para socorrê-las. Mas depois, quando cheguei em casa e abracei meus filhos, vi que elas não tinham culpa nenhuma, até porque talvez nem soubessem nadar”, disse Felipe.

Muito abalado, ele conta que vai ser difícil esquecer. “Uma cena chocante, capaz de assustar e emocionar qualquer pessoa. Isso potencializa ainda mais para nós que somos pais”, emociona-se.

Todas as crianças eram moradores da Tapera e serão liberadas, ainda hoje (15), para sepultamento.

Atualização: aumentou o número de mortos. As vítimas são quatro crianças de 2, 3, 5 e 6 anos, dois adolescentes de 12 e 13, e um homem, de 45 anos.