Golpistas clonam WhatsApp e fazem vítimas usando a covid-19 como isca

58

Um novo golpe para clonagem de WhatsApp vem fazendo vítimas em meio a pandemia. De acordo com relatos, o golpista diz ser funcionário do Ministério da Saúde e que está realizando uma pesquisa sobre a Covid-19. 

Após fazer as perguntas, o homem diz que vai mandar um protocolo com link por SMS e que ao clicar, a pessoa terá acesso a um exame RT-PCR no posto de saúde mais próximo de casa. Ao acessar o link, o WhatsApp da vítima é clonado. 

Um levantamento feito em junho deste ano mostrou que aproximadamente 12 mil brasileiros são afetados por dia por diversos golpes de clonagem do WhatsApp.  A média foi registrada após especialistas mapearem 337,3 mil casos em agosto deste ano. 

Existem algumas maneiras de evitar golpes por WhatsApp e minimizar os riscos de ser uma vítima. É importante não fornecer dados e senhas, não clicar em links, não preencher formulários e usar antivírus no computador, tablet e smartphone.