Japão declara novo estado de emergência e Jogos Olímpicos ficam ameaçados

Compartilhar

Adiada para este ano, competição pode ser cancelada caso situação do novo coronavírus continue alarmante

Diante da situação da pandemia do novo coronavírus, a preocupação com os Jogos Olímpicos de Tóquio, que foi adiado para este ano, começa a aumentar novamente. Isso por que Japão confirmou nesta quinta-feira (07), a decisão do decreto de estado de emergência, após o aumento de casos registrados da Covid-19. O anunciou foi feito pelo primeiro ministro Yoshihide Suga e, por ora, terá duração de um mês, até o dia 7 de fevereiro.

Diante de uma situação de imprevisibilidade e uma perspectiva mais alarmante, há quem diga que a competição pode vir a ser cancelada.

“Estou muito alarmado com a situação grave em todo o país recentemente, já que o número de pacientes tem sido extremamente alto” – destacou o primeiro ministro.

As maiores preocupações nesse momento são os bares e restaurantes, locais que vinham registrando o aumento no índice de aglomerações. Para tentar frear o contágio, o Japão também vai suspender o turismo doméstico enquanto permanecerem as medidas de emergência.

O Governo já está solicitando que as pessoas não saiam de casa e que a venda de bebidas alcoólicas sejam encerradas às 19h. Academias, ginásios, lojas de departamento e locais de entretenimento também terão o horário de funcionamento reduzido.

Este será o segundo período classificado como ‘emergência’ no país. O primeiro fora em abril do ano passado.

Comentários