Tragédia | Menina de 8 anos morre afogada após carro ser levado por correnteza em Três Rios

Compartilhar

Uma menina de 8 anos morreu após o temporal que atingiu a cidade de Três Rios, no sul do Rio de Janeiro, no início da noite de ontem. A criança estava em um carro que foi arrastado por uma forte correnteza.

O veículo acabou caindo dentro de um córrego no bairro Purys. A Prefeitura do município decretou estado de calamidade por causa das fortes chuvas.

O Corpo de Bombeiros chegou a resgatar a menina e o avô, que também estava no carro, e levou as vítimas para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade. De acordo com a UPA da região, a criança, identificada como Lauren Pereira Lorie, precisou ser encaminhada para a Sala Vermelha, onde tentaram reanimá-la, mas não resistiu. A causa da morte foi afogamento, conforme o laudo médico.

O veículo onde neta e avô estavam ficou com água até a metade da lataria. Algumas pessoas ainda tentaram retirar os dois e segurar o carro, mas a força da correnteza era muito forte e o veículo acabou sendo levado. De acordo com a Defesa Civil, foram registrados 130 mm de chuva em pouco mais de três horas. Cem pessoas ficaram desalojadas.

Os bairros mais afetados pelo temporal foram Purys, Monte Castelo, Santa Terezinha, Centro, Caixa D’água, Triângulo e Vila Isabel. Na madrugada de hoje, a prefeitura convocou uma reunião emergencial com a Comissão de Defesa Civil e toda a sua equipe de secretariado. O objetivo do encontro foi construir um plano de ação para dar assistência às pessoas atingidas, além de estabelecer estratégias para diminuir o impacto causado pelo temporal na cidade já nesta segunda-feira. “Infelizmente notícias não muito boas.

Acabamos de perder uma pessoa da nossa cidade, mais de duas horas de chuva. Toda a cidade foi prejudicada, todos os pontos têm problemas.

Com essa situação a gente decreta o estado de calamidade. Fizemos um contato com o governador [em exercício Cláudio Castro] que se colocou inteiramente à disposição em um momento difícil”, disse Joacir Barbaglio, prefeito de Três Rios.

Comentários